Por fraudar imposto de renda, lateral terá que desembolsar R$ 3,5 milhões

Prejuízo: O lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid e destaque da Seleção Brasileira terá que desembolsar R$ 3,5 milhões por fraude fiscal no imposto de renda, após ter confirmado um acordo com a Promotoria provincial de Madri na quarta-feira passada notifica a Agência de Noticias EFE na sua sucursal em Madrid, na Espanha.

De acordo com a acusação, feita em outubro do ano anterior, o brasileiro fraudou a Fazenda espanhola em 490.917,70 de euros (cerca de R$ 2,33 milhões) em 2013. Fontes jurídicas informaram à Agência que Marcelo compareceu a um tribunal de Madri para ratificar o acordo que havia sido apalavrado há meses.



O pacto com a Promotoria significa que o jogador aceita uma condenação de quatro meses de prisão por crime fiscal e o pagamento de 753.624 euros, o que deverá ser confirmado pelo juiz em uma sentença.

Se o juiz decidir substituir a pena de prisão por uma multa, a quantia a ser paga pode chegar a aproximadamente 800 mil euros (R$ 3,8 milhões).

O Ministério Público espanhol acusou o jogador brasileiro de ter criado um esquema para ocultar o dinheiro recebido por direitos de imagem.

Deixe seu comentário