“Bahia continua lutando pela implantação do VAR em todas as competições”

Foto: Felipe Oliveira

Na última quinta-feira, o árbitro de vídeo (VAR, sigla em inglês) evitou que o árbitro Anderson Daronco permanecesse em um erro que poderia prejudicar o Bahia não só no decorrer da partida diante do Palmeiras, com a expulsão equivocada do volante Gregore, como também no segundo jogo, já que o atleta ficaria suspenso. Graças ao VAR, Daronco analisou por 6 minutos o lance no vídeo e voltou atrás anulando o vermelho e aplicando apenas o amarelo. O pênalti foi mantido, porém, desperdiçado pelo palmeirense Bruno Henrique.

Após o jogo, e em decorrência do lance, o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, falou sobre a implementação do VAR nas fases decisivas da Copa do Brasil, considerando positiva. Ele também reafirmou que o Bahia lutou e segue lutando para ter a tecnologia também no Campeonato Brasileiro e outras competições, além disso, diz não compreender como os clubes não aprovam.

“Quantos jogos do Bahia poderiam ter tido resultado diferente até hoje? Não consigo compreender como os clubes não aprovaram o VAR no Brasileirão. Quanto tempo mais a gente ficará sem? Não à toa o Bahia lutou e continua lutando pela implantação do VAR em todas as competições. O jogo de ontem é prova disso. O time terminaria com um expulso e o Palmeiras com 11 jogadores. Aconteceu o inverso”, disse.



Deixe seu comentário