Tite renova contrato e permanece na Seleção Brasileira para a Copa de 2022

Após alguns dias analisando, o técnico Tite aceitou a proposta da CBF e acertou sua permanência na Seleção Brasileira por mais quatro anos e meio. Se tudo der certo, ele irá comandar o Brasil na Copa do Mundo do Catar, que será disputada entre novembro e dezembro de 2022. O treinador recebia R$ 600 mil de salário e não terá aumento após eliminação no Mundial da Rússia.

Edu Gaspar também teve seu vínculo renovado pelo mesmo período e segue como coordenador de seleções. A intenção da CBF de renovar com Tite foi manifestada pela primeira vez antes da Copa da Rússia, quando o treinador se recusou a negociar e pensar em qualquer outra coisa além da preparação da equipe para o torneio. O diretor-executivo Rogério Caboclo reiterou o convite logo depois da eliminação para a Bélgica, nas quartas de final, ainda em Kazan.



“Entendo que a CBF nos deu as condições para construir um ambiente de união e de profissionalismo extremo e assim continuaremos. É um grande desafio e estamos felizes em enfrentá-lo, já com o foco voltado aos próximos jogos e competições”, disse Tite, que soma 26 partidas à frente da seleção brasileira, sendo 20 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.

O primeiro desafio de Tite nesse novo ciclo será no dia 7 de setembro, contra os Estados Unidos, em Nova Jersey. A CBF ainda não confirmou, mas outro amistoso deverá ser realizado no dia 11, diante da seleção de El Salvador, em Washington.

Deixe seu comentário