Meia e atacante são dúvidas no Bahia para o jogo decisivo na Fonte Nova

A esperança do torcedor do Bahia de ver Edigar Junio (autor do gol do título em 2017) em campo no sábado parece que não irá se concretizar. Apesar liberado pelo departamento médico e, o jogador tem retorno improvável para a decisão pelo enorme tempo inativo. Mesma situação se aplica ao meia-atacante Marco Antônio, que também está em transição física. O técnico Enderson Moreira falou que será difícil ter ambos à disposição, e comentou a escolha por Júnior Brumado.

“É muito prematuro falar sobre os dois, acho difícil. Temos alguns dias até sábado, vamos aguardar, mas sinceramente, é difícil. São cassos que a gente tem que ter um certo cuidado para não ter problemas na sequência […] Acho que qualquer equipe do Brasil pensa nessa questão de ter um atacante de área. Um jogador de mobilidade ou um mais fixo. É importante. A gente preencheu bem, o Itinga entrou bem, foi ativo. As informações eram conflitantes sobre o aproveitamento dele, mas ele sustentou bem”, disse.



Sem Edigar, o Bahia deve continuar com Júnior Brumado no ataque, porém, há a possibilidade da entrada de Élber que incendiou a partida desta quarta-feira após entrar durante do segundo tempo. Para levantar a taça, o Esquadrão precisará vencer por dois gols de diferença ou devolver o mesmo placar para levar a decisão para os pênaltis. Lembrando que na Copa do Nordeste existe ainda o gol qualificado, ou seja, se tomar um gol, precisará fazer três. O segundo confronto será no sábado, às 17h45, na Arena Fonte Nova.

“O árbitro claramente veio de sacanagem”, dispara presidente do Bahia

Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. new movie trailers
  2. 해외정식 카지노사이트

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*