Confiante, Vasco estreia lateral contra o Bahia pela Copa do Brasil

Se o Vasco da Gama é o GIGANTE da Colina, GIGANTE é sua tarefa para sobreviver na Copa do Brasil. Derrotado no primeiro jogo, o time carioca terá de ampliar uma goleada de 4 x 0 no Bahia no próximo jogo que acontece na próxima segunda-feira. Difícil, mesmo considerando a fragilidade do tricolor de aço quando atuando fora de casa e o futebol pouquíssimo confiável que vem praticando e para se constatar que o time de Enderson Moreira em 180 minutos foi incapaz de marca um gol no modesto, porém esforçado Sampaio Corrêa e por isto deu adeus ao sonho do tetracampeonato da Copa do Nordeste.

No entanto, no Vasco, naturalmente a confiança é total que o clube possa se superar e pelo menos devolver o placar e leva a decisão para a solução das cobranças dos pênaltis para continuar sonhando com o bicampeonato da Copa do Brasil.

Para o jogo, o Vasco fará a estreia do recém-contratado Lenon. O jogador foi destaque do Guarani nas últimas temporadas, o lateral-direito vem sendo titular nas atividades comandadas pelo treinador Jorginho e chegou a figurar entre os 11 e pode estrear contra o Bahia.

Nesta quinta-feira, o jogador falou sobre a decisão contra o Bahia e pediu superação aos jogadores do Vasco



– A minha expectativa para a estreia é muito boa. Me preparei bastante durante os últimos dias e já me sinto bem adaptado ao grupo. Vou procurar dar o meu melhor, honrar essa camisa, jogar com bastante empenho. O resultado não é fácil de ser revertido, mas a torcida acredita e irá comparecer para nós incentivar. Não é impossível. Vamos em busca do resultado positivo e da classificação na Copa do Brasil – afirmou o lateral.

Por iniciar o confronto com uma desvantagem de três gols no placar, o Almirante será obrigado a ter uma postura ofensiva desde os primeiros minutos. Outra coisa que não pode faltar ao Gigante da Colina contra o Bahia é atitude. Em entrevista coletiva, Lenon citou por diversas vezes a importância da mesma e garantiu que o grupo fará o que estiver ao seu alcance para conquistar uma virada histórica.

– Jogaremos dentro de casa, diante da nossa torcida e precisamos vencer. Nossa postura tem que ser ofensiva. Reverter o placar de 3 a 0 é complicado, mas não impossível. Temos trabalhado para isso e já temos na cabeça o que precisamos fazer. É preciso que cada um de nós busque se superar. Não pode faltar atitude. Será indispensável tê-la se quisermos sair de campo com a classificação – concluiu Lenon.

Deixe seu comentário