Cristiano Ronaldo pode bater marca do Fenômeno no Penta de 2002

Atual melhor do mundo e três vezes consecutivas campeão da Liga dos Campeões, o português Cristiano Ronaldo vai brilhando na Copa do Mundo e após o hat-trick sobre a Espanha, decidiu e garantiu o triunfo de Portugal sobre Marrocos por 1 a 0. Com isso, chegou aos 4 gols em 2 jogos, se isolando na artilharia do Mundial de 2018 na Rússia. A próxima vítima é o Irã, fechando a fase de grupos.

Se mantiver a boa média de gols, certamente o português irá bater a marca do brasileiro Ronaldo Fenômeno, que marcou 8 gols na Copa de 2002, onde a Seleção Brasileira foi penta no Japão e na Coreia do Sul. Desde 1978, na Copa da Argentina, somente uma vez o artilheiro do torneio marcou mais de 6 gols. Antes disso, em 1974, na Copa da Alemanha, o artilheiro foi o polonês Lato, que anotou 7 gols.

Se bater a marca do Fenômeno já é uma tarefa difícil, imagine Cristiano Ronaldo conseguindo bater o maior artilheiro de um único Mundial, algo MUITO improvável, porém, não impossível. Ele teria que manter a média de 2 gols por jogo (considerando os sete jogos) para superar o francês Just Fontaine, com 13 gols em 1958. O húngaro Kocsis aparece sem segundo com 11 gols em 1954 e o alemão Gerd Müller fez 10 gols em 1970. O ídolo português Eusébio fez 9 em 1966.



Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*