Bahia incorporou a frouxidão do técnico Guto Ferreira fora de casa

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Proposta de jogo… Disciplina tática!? Pelo amor de Deus! GUTO FERREIRA é um técnico caseiro. Frouxo! E infelizmente o Esporte Clube Bahia incorporou essa frouxidão dele. Pode jogar contra o ÍBIS fora de casa, que o time vai jogar recuado, pois ele condicionou assim.

O time joga com medo, sem confiança, um time com uma postura irreconhecível daquele Bahia do ano passado que perdeu para esse mesmo Flamengo, mas jogando bola, agredindo o adversário, propondo o jogo, e isso quase nos levou a LIBERTADORES.

O próprio narrador do jogo falou que o elenco do Bahia é forte, qualificado, e se jogasse sem medo, para frente, poderia até perder para o Flamengo, mas sem dúvidas, poderia vencer o jogo, pois o time também sabe jogar bola. Mas o “capitão” é medroso, e quando o jogo esta perdido ele resolver deixar o time mais ofensivo.



Com GUTO FERREIRA, vamos jogar bem em casa, e fora jogar por uma bola…. Será que esse jogo de técnico frouxo vai dar certo??? Até agora só perdemos. Internacional (2×0), Sport-PE (2×0), Palmeiras (3×0) e Flamengo (2×0).

Aonde o Sport-PE tem um elenco mais qualificado que o do Bahia??? Aonde o time de Recife se encontra na tabela??? E o BAHIA com um elenco muito melhor???

O problema do Bahia se chama GUTO FERREIRA! Com esse elenco e com um técnico corajoso, como o Paulo César Carpegiani o ano passado, o time estaria entre as cabeças no Campeonato Brasileiro da Série A.

Só quero saber quantos pontos jogados fora em casa e quantas derrotas fora vão ser necessárias para o Presidente Guilherme Bellintani tomar uma atitude.

Gêh Hermano, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*