Lava-Jato: Pelé prestará depoimento em processo sobre propina no COI

Uma notícia que movimento a imprensa nesta sexta-feira foi sobre o depoimento que Pelé deveria prestar para Marcelo Bretas no dia 29 de maio, que acabou sendo adiado. O Rei do Futebol não está sendo investigado na Lava-Jato, porém, será testemunha de defesa do ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman.

Segundo a Coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o ex-dirigente é acusado de participar de um esquema de compra de votos para fazer o Rio de Janeiro sede da Olimpíada de 2016. Pelé foi uma espécie de embaixador da candidatura carioca.

O motivo pelo adiamento é tratamento de saúde de Pelé. O advogado de Pelé, Paulo Gustavo, afirmou na terça-feira (8) que a o ex-jogador estava em Brasília para um tratamento de saúde. Ele só volta a Santos na próxima terça-feira (15). O ex-jogador convive com problemas médicos desde 2012 e chegou a ser submetido a três cirurgias –no fêmur, no menisco e na coluna.


E.C. BAHIA: Ranking Histórico Nacional dos clubes Nordestinos

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*