Guto Ferreira explica saída de Brumado e pede calma com Régis

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia venceu neste domingo o Vasco, por 3 a 0, porém, alguns questionamentos foram feitos ao técnico Guto Ferreira na entrevista coletiva. Um deles a saída de Brumado para entrada de Régis – que acabou mudando o cenário do jogo e a cara do Bahia. A torcida vaiou, não pela entrada de Régis já que o torcedor estava pedindo o mesmo em campo, mas pela saída de um centroavante de área. Guto explicou a substituição e sobre a grande partida de Régis (que é reserva), o treinador pediu calma.

“Saiu, a gente conseguiu o gol um tanto cedo. Não foi muito demorado. A leitura é que, naquela altura, Brumado, que é mais um atacante de referência, estava prendendo os zagueiros, mas não precisávamos disso, precisávamos penetrar pelas costas dos zagueiros. Após a substituição, tivemos mais facilidade pelas jogadas de lado de campo, que já estávamos fazendo, Régis e João Pedro envolveram e prepararam a jogada para Élber marcar o gol. Essa troca de posições bagunçou a defesa deles e conseguimos romper as linhas. Brumado é mais estático, tem menos velocidade. Ele brigou, cansou os zagueiros, para que, naquela altura, a gente pudesse entrar com jogadores mais rápidos. Vinícius tem toque diferente, tem uma tabela efetiva, um jogador que para o momento era o que a gente buscava. Queria tirar a referência e conseguirmos […]

Vamos com calma (com Régis). Mesmo que estivesse [para ser titular], não ia afirmar isso aqui para a imprensa. Trabalho com o grupo, no dia a dia. É importante Regis crescer, ele sabe do potencial dele, a equipe sabe do potencial que ele tem. Importante que ele entre e possa fazer partidas como a de hoje, nos ajudando bastante. Mais importante é que a gente possa vencer. Importante é que no momento em que ele estiver em campo possa fazer o que fez hoje”, disse.

Ouça a entrevista completa abaixo:



Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*