Surpreendido com o Vitória, técnico do Corinthians comemora empate

FOTO: RODRIGO GAZZANEL / AGÊNCIA CORINTHIANS

Bem diferente daquele time que foi derrotado pelo Atlético-MG no domingo, o Esporte Clube Vitória jogou de igual para igual com o Corinthians nesta quarta-feira e, digo mais, poderia tranquilamente ter saído de campo com o triunfo, no entanto, o jogo disputado e por vezes truncado acabou no empate sem gols deixando tudo aberto para o duelo de volta, na Arena Itaquera.

Em entrevista após o jogo, veiculado no site oficial do Corinthians, o técnico Fábio Carille deixou transparecer a satisfação pelo empate e disse ter ficado surpreendido com a atuação do Vitória. “Gostei [do resultado]. Jogar aqui sempre é difícil. Vitória sempre vem pra cima e me pegou surpresa, achei que o time vinha mais agressivo”, disse o comandante.

Além de comemorar o empate em Salvador, o treinador corintiano exaltou o novo regulamento da Copa do Brasil, que nesse confronto favorece e muito o Corinthians com a extinção do gol qualificado, afinal, se fosse pelo regulamento antigo, qualquer empate com gols em São Paulo, classificaria o Leão, no entanto, com o novo regulamento, empate independente do placar é decisão por pênaltis. Veja abaixo:


“Depois que mudou e passou a ter o novo regulamento nos favorece. Temos nosso jeito, dificilmente vamos abrir e se expor. O Mancini sabe explorar os contra-ataques. Temos de fazer um jogo bem seguro. A gente leva a decisão para nossa casa, numa igualdade. A gente sabe da nossa força lá, mas também sabemos que o Vitória sabe jogar em contra-ataque, em cima de erros”, ressaltou Carille, em entrevista ao site oficial do Timão.

O segundo e decisivo jogo acontece no próximo dia 9 de maio, em Itaquera. Vale lembrar (e animar os rubro-negros) que no último encontro entre Vitória e Corinthians na Arena, o Leão comandado por Mancini destruiu uma invencibilidade de 34 jogos do Timão, após vencer por 1 a 0. Porém, Carille minimizou aquele resultado que não mudou o cenário final com o título brasileiro.

“Não deu certo para nós, o Vitória jogou muito. Agora é outra história, outro campeonato, vida que segue”, frisou.

Deixe seu comentário