Flagrado no antidoping, atacante do Santos nega uso de cocaína

Uma notícia caiu como uma BOMBA na Vila Belmiro. O jovem atacante Diogo Vitor, do Santos, foi flagrado no exame antidoping, até aí tudo bem, já aconteceu e acontece com vários, no entanto, o negócio é mais embaixo, afinal, de acordo informações de vários veículos de comunicação, a substância encontrada no exame foi cocaína. O jogador de 21 anos está suspenso de forma preventiva, mas aguarda a contraprova.

Assim como o Santos, o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, não confirmaram qual foi a substância encontrada. Porém, o procurador do atleta passou uma mensagem de apoio: “Vamos cuidar do ser humano neste momento. O atleta é secundário. Trata-se de um menino de coração bom, simplório e bastante frágil”, declarou em entrevista ao Estado.



Outro representante do atacante, o empresário Willian Barile, afirmou que conversou com o jogador e que ele nega ter feito uso de cocaína. Segundo o agente, Diogo Vitor, de 21 anos, está abalado com o resultado do exame, feito após a partida contra o Botafogo-SP, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

– Ele nega o uso da droga. Já conversamos, tivemos uma reunião com o Santos, que pediu a contraprova – afirmou Barille.

O clube recebeu o resultado do exame na última quarta-feira. Diogo Vitor foi afastado preventivamente por decisão do próprio Santos, e irá treinar separado do elenco. Seu contrato com o Santos, renovado até 2021, tem cláusula que permite a rescisão em caso de má conduta no trabalho. O clube pretende apoiá-lo até a realização da contraprova, informam fontes ligadas à diretoria.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*