Sem aval da FIFA, final do Baianão não terá árbitro de vídeo, garante Ednaldo

Apesar de ter sido cogitado, as finais do Campeonato Baiano 2018 não terá árbitros de vídeos. Quem garante é o próprio presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, que afirmou não ter recebido o aval da FIFA para a utilização do VAR. Como a primeira partida da decisão está marcada para domingo, na Arena Fonte Nova, não haveria tempo para a implementação do sistema.

“A FIFA não respondeu ainda. E caso que venham a responder positivamente a partir de hoje, não daria mais tempo hábil para implantação. Como já está previsto no regulamento e se resposta da FIFA for positiva, podemos estender para competições da Federação, inclusive o estadual do ano que vem”, Ednaldo Rodrigues.

Se conseguisse o aval da Fifa, a FBF precisaria procurar a empresa que detém os direitos do Campeonato Baiano para saber se há disponibilidade na cessão das imagens, além de conversar com Bahia e Vitória, que arcariam com as despesas dos árbitros de vídeos.

Segundo informações do site Globoesporte, a FBF chegou a estudar uma forma de reduzir os custos das equipes envolvidas nas finais com o VAR. Uma alternativa seria repartir as despesas entre Federação, clubes e CBF.

Vale lembrar que o Vitória foi um dos clubes que se posicionou contra a utilização do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro em reunião na CBF. A entidade queria que os clubes assumissem os custos com o VAR, calculado em cerca de R$ 1 milhão, e a direção rubro-negra se opôs a essa condição. O Bahia foi a favor.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*