Superar o Vitória vale um ano de folha salarial para o Corumbaense

Corumbaense tem jogo milionário contra o Vitória no Barradão

O Vitória após o carnaval volta ao batente em outra partida fulminante pela Copa do Brasil. Em confronto inédito ( creio eu) enfrenta o Corumbaense que por sua vez, se habitou para a decisão após vencer o ASA pelo placar de 1 x 0 com um gol aos 44 minutos do segundo tempo.

O time do Centro-Oeste do Brasil tem pra de 100 anos de fundação, ainda assim honestamente não recordo passagem recente ou distante de algum feito digno de registro de memória. A base do clube é a cidade de Corumbá cerca de 3.000 km de distância de Salvador.

Para o Vitória trata-se apenas um jogo, no entanto, para o Corumbaense o jogo vale muito além que isto: já que significa o pagamento de mais de um ano da folha salarial do clube estimada em R$ 100 mil mensais, até o final do ano.

Em roteiro completamente mal-assombrado e por isto inimaginável classificação dentro do Barradão, o clube acumularia mais R$ 1,4 milhão na conta. Isto sem contar a oportunidade de arrecadação com patrocínio pontual já que o jogo será transmitido para todo o Brasil na TV por assinatura.

Vale lembrar que entre a participação e classificação para a 2ª fase da segunda e maior competição em importância no calendário nacional, o Corumbaense já meteu no bolso R$ 1,1 milhão. Porém, parte já foi para o ralo para pagamento de R$ 320 mil de uma única divida trabalhista referente ao um único jogador.

Vitória x Corumbaense se enfrenta nesta quinta-feira ás 18h30 no Estádio Manoel Barradas Carneiro. Novamente o confronto será em partida única. O empate, no entanto, levará a decisão para a disputa por pênaltis e não mais dá a classificação ao visitante. Quem sobreviver no duelo do Barradão enfrentará aquele que sair vivo do duelo entre Bragantino e ALTO-PI que se enfrentam em 21 de fevereiro, às 20h30, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Deixe seu comentário