Julgamento do BA-VI acabou em PIZZA, aliás, foi uma verdadeira PAMONHA!

"Aliás, estamos no Brasil, até aí, tudo normal..."

Texto: Salvador Rocha

O julgamento tão esperado e aguardado desta terça-feira (27), pela confusão e outros acontecimentos vergonhosos do BA-VI no estádio Manoel Barradas no dia 18 de fevereiro pelo Campeonato Baiano, terminou em PIZZA, aliás, foi uma verdadeira PAMONHA.

Se fosse um julgamento sério, jamais o técnico Vagner Mancini, o zagueiro Bruno Bispo, o zagueiro Ramon, o atacante André Lima, o Supervisor Mário Silva e o goleiro Fernando Miguel, ficaram impunes, os cinco primeiros por visivelmente forçar o encerramento da partida.

O Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) puniu os jogadores pelas agressões, porém, simplesmente inocentou o Esporte Clube Vitória de qualquer acusação em uma autêntica imoralidade que depõem de forma segura acerca da pouca seriedade e a enorme vocação para o futebol de várzea que praticamos.

O máximo que foi capaz o Tribunal foi aplicar uma multa de 100 mil reais, e não seria estranho imaginar que possa ser parcelado em 10x sem juros ou correção monetária.

De um modo geral, as punições foram brandas, para ambos os lados. Isso vai fomentar outros times a fazerem mesmo, provocando diversas expulsões e não concluindo, determinadas partidas. Assim como o BaVi, este julgamento, foi uma vergonha.

Aliás, estamos no Brasil, até aí, tudo normal. Podemos dizer que a decisão, foi uma verdadeira pamonha, ou se preferir uma pizza brotinho.

Salvador Rocha, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.



CONFIRA ABAIXO AS PUNIÇÕES DE CADA UM:

Vitória
Por envolvimento na briga:
– Kanu: suspenso por 10 jogos do Campeonato Baiano; absolvido da acusação de ameaça.
– Denilson: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Rhayner: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Yago: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Fernando Miguel: absolvido.

Por encerrar a partida propositalmente:
– Ramon: absolvido.
– André Lima: absolvido.
– Vagner Mancini: absolvido.
– Mário Silva: absolvido.
– Bruno Bispo: absolvido.

Bahia
Por envolvimento na briga:
– Edson: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Rodrigo Becão: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Lucas Fonseca: absolvido.
– Vinícius: suspenso por dois jogos do Campeonato Baiano.

Deixe seu comentário