Em situação complicadíssima, Atlântico mantém esperança contra o Bahia

A situação do Atlântico, próximo adversário do Bahia é daquela complicadíssima. Um único ponto em seis jogos, inserido em último lugar restando apenas três partidas, além disso, três pontos abaixo do penúltimo lugar. Será preciso MUITO e ainda contar com tropeços dos concorrentes para escapar do rebaixamento. Duro e difícil, mas estamos tratando de futebol, esporte que de quando em quando o inesperado acontece.

No entanto, a esperança existe e segue confiante por uma recuperação nessa reta final do campeonato Baiano. É com esse pensamento que o técnico Eduardo Bahia vem trabalhando a equipe para o enfrentar o Bahia no próximo domingo, às 16h, na Fonte Nova.
Titular na zaga do Tubarão, o zagueiro Abdala destaca a união do grupo como um diferencial para a equipe conseguir a primeira vitória no campeonato neste domingo. “Sabemos que nossa situação não é das melhores, mas tivemos uma conversa na segunda-feira e de lá cá pra senti o grupo muito confiante, muito unido. O professor vem passando muita confiança para todos os jogadores e temos condições de fazer uma grande vitória. Sabemos que o Bahia é uma equipe muito forte, até favorita para o jogo, mas com fé em Deus vamos buscar a vitória na Fonte Nova”, projeta o zagueiro.

Para a partida, o técnico Eduardo Bahia não poderá contar com o lateral-direito Ademir, suspenso, e com o zagueiro Uesles, machucado. Eduardo Bahia ainda não definiu a equipe que começa jogando e vai aproveitar o treino desta sexta-feira (23), em Pituaçu, para observar melhor a equipe. O Tubarão encerra a preparação para a partida no sábado, no CT do Cajú.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*