BAVI: Supervisor do Vitória nega orientação para atleta provocar expulsão

Segundo regulamento da CBF, o Bahia deve ser declarado vencedor

Em entrevista a TV Premiere após o fim do jogo, o supervisor do Vitória, Mário Silva, negou qualquer orientação aos jogadores dentro de campo para provocarem as expulsões que causaram o encerramento do clássico. Ainda não foi decidido o vencedor da partida. Agora, cabe julgamento. Caso seja comprovado que as expulsões foram forçadas pelo Vitória, o mesmo arcará com as punições cabíveis.

Vitória e Bahia se enfrentaram neste domingo (18), no estádio do Barradão. Com bola rolando, o placar ficou empatado em 1 a 1. Porém, o jogo foi encerrado aos 34 minutos do segundo tempo após cinco jogadores do Leão receberem o cartão vermelho. Segundo regulamento da CBF, o Bahia deve ser declarado vencedor pelo placar de 3 a 0.

“Imaginação sua. Eu não falei nada com André Lima em momento nenhum. Eu estava falando para o pessoal se acalmar. Com os sinais, você faz o que quer. Eu faço o que desejo fazer. Não fiz nenhuma comunicação com meu banco. Estava orientando para evitar confusão na parte de baixo e de cima do vestiário. Eu não tenho que te explicar nada”, afirmou.

LEIA:

BA-VI VERGONHOSO acaba antes do tempo. Vitória 1 x 1 Bahia

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. The Root Collective

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*