Reforço do Bahia custaria ao Santos R$ 2 milhões por 60% do passe

Gregore foi um pedido do técnico Guto Ferreira e chega com valor estipulado

O Bahia acertou, mas ainda não anunciou a contratação do volante/zagueiro Gregore, de 24 anos, destaque do Santos B. O jogador estava emprestado ao clube santista desde 2016, porém, com a demora do Peixe para decidir se compraria ou não o seu passe, o São Carlos cansou de esperar e emprestou o atleta ao Esquadrão até o final do ano.

A desistência do Santos foi por conta do valor que teria de ser desembolsado para comprar o passe do jogador. Algo em torno de R$ 2 milhões por 60% dos direitos econômicos. A diretoria não aceitou pagar a quantia estipulada no contrato e exerceu a opção de compra. O interesse era renovar o empréstimo e colocá-lo no elenco principal.

Gregore se trata de uma aposta e foi um pedido do técnico Guto Ferreira. Chega ao Bahia com contrato de um ano e nos mesmos moldes de seu vínculo com o Santos. Com um valor de compra estipulado. Polivalente, o jogador atua como volante e zagueiro. Desta forma, a diretoria tricolor não deve mais contratar outro defensor, como era esperado.

O atleta chegou ao Santos B em 2016, porém, por conta de uma lesão, atuou apenas cinco partidas na temporada e teve contrato prorrogado por mais um ano. Em 2017, ele disputou 24 jogos e marcou um gol, chamando a atenção da torcida, que pediu que o atleta ganhasse uma chance entre os profissionais. Foi capitão e um dos principais jogadores do Santos na Copa Paulista e no vice-campeonato do Brasileirão de Aspirantes. Gregore chegou a participar de treinamentos na equipe principal, mas não foi utilizado.