Presidente do Bahia fala sobre retorno de ídolos: Fernandão e Titi

"Fernandão é ídolo, mas tem um valor e salário maior do que a gente pode pagar”

Presente na Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira, sempre marcada por pedidos e agradecimentos feitos por fiéis que sobem a Colina Sagrada, Guilherme Bellintani certamente agradeceu pelos expressivos 81% dos votos que fizeram de sua chapa a vencedora na eleição do Bahia. Entrevistado, o mandatário falou sobre o planejamento para a primeira parte da temporada e comentou de um assunto de enorme interesse do torcedor: REFORÇOS.

Com CINCO competições para disputar em 2018, inicialmente o Campeonato Baiano e o Nordestão, Bellintani foi questionado também sobre a possibilidade de repatriar o zagueiro Titi e o centroavante Fernandão, sempre lembrados pela torcida em toda e qualquer oportunidade. No entanto, o mandatário freou a questão e afirmou que a questão financeira é o principal empecilho.

“Estamos pensando no projeto coletivo. Não acho que tenha uma peça que vá ser o diferencial. A força do time está na unidade. O Fernandão e o Titi são dois ídolos do clube. Mas estamos construindo agora o elenco, finalizando nos próximos dias essa parte da zaga e a priori não iremos precisar de um novo zagueiro. Fernandão é um ídolo, mas hoje ele tem um valor de aquisição e salário maior do que a gente pode pagar”, disse.

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. 바카라사이트
  2. 카지노사이트
  3. http://aforystykon.pl/zadania-z-matematyki-dla-wyzszych-uczelni-technicznych-czesc-a-b-62.php

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*