Fluminense e goleiro Deola vivem expectativa para a estreia no Baiano

O Fluminense de Feira é bicampeão baiano (1963 - 1969)

O Campeonato Baiano começou neste Domingo com a realização de 4 jogos, destacando o triunfo do Vitória da Conquista em cima do Atlântico e o empate da Juazeirense contra o Vitória com ambos jogos sendo realizados no Estádio do Barradão. A rodada será finalizada apenas na próxima quarta-feira quando o Fluminense de Feira estreia na competição encarando o Atlântico em jogo válida pela 2ª rodada, na quarta-feira, no Joia da Princesa.

O Fluminense de Feira é bicampeão baiano, porém seus títulos foram conquistados em épocas já distantes (63/69) ainda assim aparece como candidato para ocupar a terceira força do campeonato baiano, rivalizando com o Vitória da Conquista ou quem sabe, também com o Jequié que retorna a 1ª divisão depois de 20 anos de ausência.

O clima é de muita ansiedade no Touro do Sertão. O velho “friozinho na barriga” atinge a todos no grupo, até os mais experientes, como o goleiro Deola, que pela primeira vez vai disputar o estadual por um time do interior. Campeão baiano em 2013, jogando pelo Vitória, o goleiro espera repetir a dose agora vestindo a camisa do Touro do Sertão.

O time iniciou a preparação no dia 5 de dezembro na cidade de Santo Estevão e desde então os atletas vêm se dedicando ao máximo nos treinamentos comandados pelo treinador Evandro Guimarães e a sua comissão técnica. O adiamento da estreia, que seria contra o Jacuipense, foi encarado de maneira positiva pelos jogadores. “A gente gostaria de ter estreado logo, porém como houve este problema de campo, o jogo foi adiado e ganhamos mais tempo para nos preparar mais e com certeza o torcedor que for a campo ver a nossa estreia diante do Atlântico vai ser um time aguerrido, lutando pelo resultado do começo ao fim”, afirmou Deola.

Experiente, o goleiro garante que ainda dá para sentir o velho “friozinho na barriga” por conta da estreia. “Acho que no dia que o atleta deixar de sentir isso, ele já deve começar a pensar em parar de jogar. É claro que a gente sente e o gostoso do futebol é isso porque vamos levar para campo tudo aquilo que estamos preparando já faz algum tempo, já naquela expectativa de começar com o ‘pé direito’ colhendo um bom, resultado”, ressaltou Deola.

O projeto que o Fluminense foi o grande atrativo para que Deola retornasse ao futebol baiano.

“O clube tem um projeto bacana e tem também competições interessantes como a Copa do Brasil e a Série D, além do Baiano. O compromisso de todos é grande em projetar o Fluminense que tem uma grande torcida, tem uma cidade forte também e isso tudo me atraiu para jogar aqui, sem falar que tanto eu como a minha família gostamos muito da Bahia e espero novamente ser feliz aqui como aconteceu em 2013 melhor ainda será se conseguirmos um título. Quem sabe? Vamos trabalhar muito para isso acontece, disse o goleiro em entrevista ao site oficial do time feirense.

Veja também:

Apesar de ser apenas os primeiros jogos, Bahia não pode dar desculpas!

Deixe seu comentário

1 Comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Hanoi Tours
  2. Jak rozwijaæ swoj¹ firmê?
  3. havaianas slim paisage sandal white yellow

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*