Discussão com árbitro custa caro ao lateral Daniel Alves, do PSG

Daniel "protestou" nas redes sociais e mostrou descontentamento

Após discussão com o árbitro Clement Turpin e a expulsão na derrota para o Lyon, o lateral-direito Daniel Alves foi suspenso, nesta quinta-feira, pelo Comitê de Disciplina do Campeonato Francês por três jogos. O ex-lateral do Bahia foi punido ainda com o “avec sourcis”, recurso jurídico que o deixa sob observação. Desta forma, caso cometa uma nova indisciplina nos dez jogos seguintes (válidos pelo Campeonato Francês, Copa da França e Copa da Liga), será novamente suspenso.

Daniel Alves está de fora das partidas do Paris Saint-Germain contra o Montpellier e contra o Rennes (pela Copa da Liga). O lateral já cumpriu um jogo contra o Guingamp. A expulsão aconteceu no último domingo. O jogador levou o cartão amarelo por um carrinho duro em Ndombèlé, mas não gostou e discutiu com o juiz, que lhe deu o cartão vermelho direto. Daniel “protestou” nas redes sociais.

“As decisões já foram tomadas, a batalha já foi perdida, mas eu continuo pensando que o sr se esquivou com a sua decisão. Desde quando não está (sic) de acordo é faltar respeito? Se quiserem colocar a culpa em mi (sic) também podem, é de graça e outra, tenho as costa (sic) bem larga e um par bem posto que me mantém de pé sempre!”, postou Daniel.

Mesma situação passou o atacante Neymar. No fim de 2017, o atacante também ficou em observação após ser expulso contra o Olympique de Marselha. Na ocasião, ele pegou apenas um jogo de suspensão. Mas o ”sourcis” o deixou sem poder ser advertido pelos dez jogos seguintes. Como levou cartão amarelo diante do Mônaco, o atacante precisou cumprir mais um jogo de suspensão diante do Lille.

Veja também:

Médio revelado no Bahia deixa Benfica e acerta com clube da Turquia

Deixe seu comentário

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*