Provável presidente do Bahia garante meta para aumentar as receitas.

40 anos, graduado em Direito pela Universidade Católica de Salvador (Ucsal), doutor em Desenvolvimento Regional e Urbano pela Universidade Salvador (Unifacs). Diretor-geral e professor da Faculdade Baiana de Direito, andou por algumas das secretarias da prefeitura e sócio e torcedor do Bahia.

Este é o perfil Guilherme Bellintani provável presidente do Bahia nos próximos três anos, substituindo ao atual, Marcelo Pereira Sant’Ana, que optou em não concorrer a reeleição por questões de ordem pessoal. As Eleições acontecem no próximo sábado, no entanto, é possível de já anotar com certa margem de segurança que o candidato da situação deve ser o candidato eleito com boa margem de voto.

Nesta terça-feira, o candidato foi alvo de entrevista ao jornal CORREIO. Articulado e bem falante, Guilherme Bellintani falou em todos os segmentos do Esporte Clube Bahia. Deixou claro que sua principal meta é alavancar a receita do clube no próximo triênio. Além disso, Garantiu que eleito, pretende dar continuidade a gestão anterior e ao mesmo tempo reformular.

“A gente tem uma percepção muito clara do avanço que a gestão Marcelo Sant’Ana e Pedro Henriques trouxe (…), qual o desafio do próximo presidente? Ampliar a receita. E fazer o que com essa ampliação de receita? Investir no futebol. Fazer com que a folha, que hoje é uma das menores do Brasil, temos a 16ª folha de futebol da Série A, passe por uma nova alavancagem, passe por crescimento e que a gente consiga gradativamente diminuir a desigualdade econômica que temos com os outros grandes clubes e, aí, naturalmente com ampliação de receita, certamente investimento maior no futebol e melhoria do resultado em campo.”

Ouça a entrevista publicada pelo CORREIO concedida os jornalistas Bruno Queiroz, Ivan Marques, Miro Palma e Vitor Villar

OBS: avance 30 segundos

Deixe seu comentário