Diretor do Bahia explica situações de Jean, Capixaba, Régis e Zé Rafael

Diego Cerri preferiu não prometer "presente de natal" para a torcida

Em evento de cerimônia de posse do novo presidente e vice do Bahia – Guilherme Bellintani e Victor Ferraz – o diretor de futebol Diego Cerri, além de ser questionado sobre as especulações em torno dos possíveis reforços para 2018, caso dos volantes Elton e Nílton, e do lateral-direito Nino Paraíba, teve ainda de explicar as situações dos atletas que atuaram no Esquadrão em 2017 e são alvos de outros clubes, como Jean, Juninho Capixaba e Zé Rafael, ou tem contrato encerrando, exemplo do meia Régis.

Cerri afirmou que vai à São Paulo nesta semana com o presidente para tratar das negociações de Jean e Capixaba, ambos receberam propostas de São Paulo e Corinthians. Alguns detalhes ainda emperram os negócios, como divisão dos direitos econômicos e jogadores que serão envolvidos nas transações. Sobre o “presente de natal” para a torcida, ele preferiu não prometer.

Veja o que ele disse:

Jean e Juninho Capixaba:
“Agora eu posso falar porque é uma coisa real. Tanto Jean tem uma proposta do São Paulo como Juninho Capixaba tem uma proposta do Corinthians. Eu vou viajar esta semana, vou a São Paulo para discutir essas propostas. É aquilo que eu estou repetindo, sendo um pouco redundante, mas foi-se o tempo em que os atletas do Bahia saíam a qualquer preço. Hoje, graças a essa organização que a gente tem, protegendo os ativos do clube, a gente tem que chegar num consenso, algo que seja bom para o Bahia, para o atleta e para a equipe que está comprando. Se for assim não tem problema, é uma coisa natural do mercado. A gente está discutindo com calma, vamos ver como vai ser o desfecho”.

Zé Rafael
Zé Rafael é um jogador que tem tido muita sondagem, mas aqui no mercado nacional eu não tive propostas concretas em relação a ele. O que eu tive foi muita especulação, mas talvez em virtude da valorização dele, as equipes já sabem que, para tirar Zé Rafael daqui, vão ter que investir e investir meio alto. Então começam as conversas, especulações em torno de alguma troca de jogador, mas em relação a Zé Rafael realmente não tem interesse em troca por outro atleta. Na verdade ou ele vai ficar aqui ou, se ele sair, vai sair por uma boa venda”.

Régis
“Régis é um atleta com quem a gente conversou. O empresário dele esteve aqui em Salvador. Nós conversamos com eles. Ainda não sabemos qual vai ser o desfecho, mas é um jogador que a gente já conversou e agora está num momento de definições”.

Presente de Natal
“Não vou prometer anúncios. O ano passado já foi assim. É um momento que a gente tem bastante cautela, está trabalhando bastante para que possa fazer as contratações e que elas deem resultado para o Bahia em 2018”.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*