Jorginho sobre presidente afastado do Vitória: “Fantasma será destituído”

Também não esta descartada a renúncia de Ivã

Na manhã deste sábado (25), no estádio do Barradão, acontece a Assembleia Geral Extraordinária, irá analisar a denúncia de gestão temerária feita por alguns conselheiros e sócios contra Ivã de Almeida, presidente afastado do Vitória. Nesta quinta, grupos de oposição e sócios do Vitória se reuniram no Hotel Mercure, em Salvador, para definir as estratégias. Jorginho Sampaio, ex-mandatário do clube, demonstra confiança no impeachment de Ivã e disparou contra o dirigente afirmando que é preciso tirá-lo com urgência e “destituir o fantasma”.

“As denúncias contra Ivã são consistentes. Primeiro por crime de responsabilidade. Uma empresa e um clube como o Vitória com o orçamento que tem não pode ser administrada assim. Ele não comparecia no clube. Trabalhei cinco meses em sua gestão [como assessor do departamento de futebol] e ele aparecia lá uma ou duas vezes por semana sempre por volta das 17h ou 17h30. Vários contratos com empresas sem licitação. Temos que tirar Ivã de Almeida com urgência. Acredito que esse fantasma será destituído”

Também não esta descartada a renúncia de Ivã, segundo Jorginho. “Essa possibilidade de renunciar existe. Acho que pode acontecer. O sentimento maior dos sócios e até do próprio Conselho Deliberativo é que ele seja destituído pela AGE”