Jaques Wagner contesta política partidária nas eleições do Bahia

"Não adianta fazer fakenews. Política partidária fica fora do Bahia", disparou.

O ex-Governador Jaques Wagner, utilizou sua conta oficial no Facebook para comentar as eleições presidenciais do Esporte Clube Bahia que se aproximam. Atual Secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Wagner criticou eventuais disputas partidárias no clube, destacando que o “EC BAHIA É DE TODOS”.

“Não são os partidos que dão o tom na vida do Clube. São seus sócios, conselheiros e torcedores que se articulam e constroem um Bahia cada vez mais transparente, mais forte, com melhor gestão e maiores resultados no futebol. Mas não adianta fazer fakenews. Política partidária fica fora do Esporte Clube Bahia”, disparou.

Vale destacar que na eleição para presidente do clube em 2013, após intervenção judicial liderada por Carlos Rátis, Jaques Wagner apoiou a candidatura de Fernando Schmidt, seu secretário de Relações Internacionais na época. Schmidt comandou o clube até o final de 2014.

Além de Bellintani, a disputa terá outros quatro candidatos. O engenheiro Fernando Jorge, do Grupo Voz do Campeão, o advogado Abílio Freire, Mais um, Baêa! (MUB), e o torcedor-símbolo Flavio Alexandre, mais conhecido como Binha de São Caetano. O pleito ocorre no dia 9 de dezembro.

Deixe seu comentário

13 Comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. boot barn belt coupon
  2. cornhole game

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*