O Vitória perdeu quando era dono da situação, diz Mancini

Festejado pelo torcedor do Vitória pela fantástica campanha fora de casa, o técnico Vagner Mancini mostrou-se aborrecido com o desempenho do seu time no jogo contra contra o Bahia na derrota pelo placar de 2 x 1 hoje à tarde na Arena Fonte Nova que ao final da rodada conduziu o Vitória novamente para o Z4.

Para o treinador rubro-negro, time teve a oportunidade de garantir a vitória no clássico, mas jogou fora a chance de fazer três pontos. “Perdeu o jogo quando era dono da situação. O Bahia estava se defendendo. Fizemos o empate e tínhamos o jogo na mão. Não poderíamos ceder o contra-ataque ao Bahia. Em cima disso, foi um erro visto e analisado. A gente sabia que isso podia acontecer e acabamos dando chance”, declarou.

Sobre sobre o suposto caso de racismo relatado pelo volante René Junior o treinador afirmou que não teve conhecimento do ocorrido, mas disse que, caso Santiago Tréllez tenha realmente chamado o adversário de ʹmacacoʹ, o jogador também errou.

“Tréllez foi para o doping e não estava no vestiário. Não apurei ainda, o que eu ouvi é que vários atletas se ofenderam entre si. Não estou aqui para defender ninguém e nem acusar ninguém. Se ele falou, está errado.
É lógico que a gente briga muito para que tudo no futebol seja melhor”, disse o treinador, que também criticou a falta de ʹfair-playʹ de atletas do Bahia.

“Tiveram dois lances ridículos, onde o Bahia deveria devolver a bola e não devolveu. Um com Zé Rafael e outro com o próprio Renê, que deveriam usar do fair-play e não usaram. Eles erraram, assim como se o Tréllez falou alguma coisa, também errou”, destacou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*