Existe ameaça de torcida única nos próximos BA-VI(s)

O BA-VI do último Domingo na Fonte Nova vencido pelo Vitória pelo placar de 2 x 1 a única novidade foi a volta da torcida mista, uma sugestão acertada dos presidentes Ivã de Almeida e Marcelo Sant’Ana. No entanto, nos próximos BA-Vi(s), agora pela Copa do Nordeste podemos ter a situação completamente invertida, já que existe a ameaça do Ministério Público Estadual que estuda a possibilidade de torcida única em virtude da morte de um da morte de um torcedor do Bahia, fora do estádio e uma hora após encerrada a partida.

Em entrevista concedida à TV Bahia, o promotor Olímpio Campinho admitiu a possibilidade caso os clubes, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e a Polícia Militar não garantirem que cenas como o do último domingo possa voltar a acontecer.

“Se Bahia, Vitória, Federação, Polícia Militar, não disserem: “O que aconteceu no jogo, eu não posso garantir”. Então pronto. Se vocês não podem garantir, vamos trabalhar com uma outra ideia: torcida única”, indicou o promotor

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*