São Paulo ainda não eliminou o risco de rebaixamento na Série A

Depois do Bahia, o São Paulo enfrenta dois candidatos ao título: Atlético-MG (fora) e Flamengo (casa).

Foto: Paulo Pinto/São Paulo

Após o título inédito da Copa do Brasil em cima do Flamengo, que garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2024, o São Paulo deu uma acomodada no Campeonato Brasileiro, ainda assim, conseguiu vencer cinco de 12 jogos após a conquista, porém, não conseguiu quebrar o jejum incômodo de vitórias fora de casa. Em 17 jogos como visitante, empatou oito e perdeu nove.

 

No último domingo, o São Paulo ficou no empate sem gols com o Cuiabá, no Morumbi, chegando a três jogos sem vencer e sem marcar gol. O empate deixou o clube paulista ainda com chances (ainda que remotas) de rebaixamento, e maior preocupação do São Paulo é justamente o aproveitamento fora de casa. Nas últimas três rodadas, são dois longe dos seus domínios.

O São Paulo tem 47 pontos, na 10ª colocação, seis pontos a mais que o Bahia, que abre a zona de rebaixamento, com 41. Nesta quarta-feira, os dois times se enfrentam na Arena Fonte Nova, ou seja, um revés aliado a outros resultados pode colocar o tricolor paulista no meio da briga. A nota de corte aumentou ainda mais após a vitória do Cruzeiro sobre o Goiás, deixando a briga acirrada.

Depois do Bahia, o São Paulo enfrenta dois candidatos ao título: Atlético-MG (fora) e Flamengo (casa). Ciente do risco, o técnico Dorival alertou os seus jogadores. “Cada rodada está nos mostrando surpresas e todos estão alertas que as dificuldades estão aumentando. Muitas disputas, perdas de pontos importantes, e o São Paulo não vai fugir disso, vai brigar pela melhor posição, que é o que nos resta esse ano”, disse o técnico.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário