Adversário do Bahia de Feira nas quartas da Série D se tornou SAF em 2021

O clube de São João del Rei vendeu 49% de participação no controle do futebol para a V2 Participações.

Foto: Pipows Visual

Adversário do Bahia de Feira nas quartas de final da Série D, que serão dois duelos valendo vaga na Série C de 2024, o Athletic Club, de Minas Gerais, se tornou uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF) em dezembro de 2021. O clube de São João del Rei vendeu 49% de participação no controle do futebol para a V2 Participações, ficando com os outros 51%.

 

A empresa V2 Participações foi criada pelos empresários Vinícius Diniz e Victor Felipe Oliveira, especialmente para investir em futebol. Em junho do ano passado, Victor vendeu sua parte das ações, e Vinicius passou a deter 90% das ações da SAF do Athletic por meio do grupo Futbraz. A associação manteve 10%.

A lei de clube-empresa, que permite a criação de Sociedades Anônimas do Futebol (SAF), foi sancionada em agosto de 2021 pelo Governo Federal. A SAF prevê estímulos para a conversão dos clubes de futebol, que são associações civis sem fins lucrativos, a adotarem o modelo de empresa.

Perto de completar dois anos como SAF, o Athletic Club teve melhoria na infraestrutura, que era um dos planos do clube-empresa. O estádio e o Centro de Treinamento do time foram reformados. Após ficar sem calendário em 2022 depois de disputar o Campeonato Mineiro, o Athletic esse ano teve o calendário cheio. Além do Estadual, disputou a Copa do Brasil, sendo eliminado na primeira fase pelo Brasiliense empatando por 1 a 1 dentro de casa. Agora na Série D, vai em busca do sonhado acesso, mas terá pela frente o Tremendão, que chega forte na briga pelo acesso inédito.

 

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário