João Burse não resiste à derrota para o CSA e é demitido pelo Vitória

após o revés para o CSA, por 3 a 1, no Estádio Rei Pelé, a diretoria se reuniu com o treinador e decidiu pelo desligamento. 

FOTO: Talita Gouvea

O Esporte Clube Vitória anunciou na noite deste domingo (05) a demissão do técnico João Burse, que estava no comando da equipe desde a Série C do ano passado, quando conseguiu conquistar o acesso heroico. Porém, em 2023, a equipe não correspondeu dentro de campo, e após o revés para o CSA, por 3 a 1, no Estádio Rei Pelé, a diretoria se reuniu com o treinador e decidiu pelo desligamento.

 

“O Esporte Clube Vitória comunica o desligamento do treinador João Burse do comando técnico da equipe. O clube agradece imensamente pelos serviços prestados, especialmente pela conquista do acesso em 2022, e deseja sucesso ao longo da carreira.”, diz a nota do Vitória. 

No ano passado, Burse assumiu o Leão com apenas 2,6% de chances de acesso e 56% de probabilidade de rebaixamento para Série D, ocupando a 16ª colocação, com 11 pontos. Em 14 jogos, sofreu apenas uma derrota, venceu sete e empatou seis, com 64% de rendimento, conseguindo não apenas a classificação na primeira fase na última rodada, como também o acesso na última rodada do quadrangular final.

Em 2023, o Vitória começou vencendo os dois primeiros jogos, contra Cordino (1×0) e Jacuipense (2×1), ambos pela fase preliminar da Copa do Nordeste, garantindo classificação para a fase de grupos do torneio regional. Porém, teve um péssimo início de Campeonato Baiano chegando a amargar a zona de rebaixamento. O Leão ocupa o 7º lugar, com 7 pontos, três abaixo do G-4. Já no Nordestão, estreou empatando com o Santa Cruz e perdeu para o CSA, aparecendo também em 7º com 1 ponto.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário