Metalist pede ‘perdão’ de dívida, e Vitória desiste de contratar lateral

O Lateral-Direito Mailton, que estava praticamente fechado com o Vitória, não vem mais.

Foto: Reprodução / Instagram

Após anunciar Railan, ex-Vila Nova, o Esporte Clube Vitória está em busca de outro lateral-direito no mercado para suprir as saídas de Iury e Alemão. O principal alvo era Maílton, de 24 anos, que atuou a última Série B pela Chapecoense, mas pertence ao Metalist, da Ucrânia. O jogador, que foi um dos destaques da Chape na competição, tinha um acerto encaminhado com o Leão, porém, os ucranianos dificultaram a negociação, segundo informação do repórter Anderson Matos. O clube ucraniano deve R$ 6 milhões ao Vitória pela compra do atacante David, e para liberar o lateral, queria o ‘perdão’ da dívida, o que não foi aceito pela diretoria rubro-negra.

 

Maílton tem contrato com o Metalist até o final de 2016, porém, o vínculo dele está suspenso devido à cláusula da Fifa que permite que os jogadores que atuam na Ucrânia e Rússia fiquem livres no mercado para acertar com outros clubes por conta da guerra. O efeito concedido pela entidade máxima do futebol vai até junho.

Natural de Paraíso do Norte (PR), Maílton dos Santos de Sá foi revelado nas divisões de base do Palmeiras, mas se profissionalizou no Santa Cruz, em 2018, quando atuou 13 jogos. Acumula passagens também por Mirassol-SP, Operário-PR antes de ser contratado pelo Atlético-MG, em 2020. Chegou a atuar 11 jogos pelo Galo d foi emprestado ao Coritiba no mesmo ano. Em 2022, se transferiu para o Metalist, da Ucrânia, onde disputou apenas 5 jogos, e por conta da guerra o país, retornou ao futebol brasileiro, sendo emprestado a Chapecoense para a disputa da Série B, atuando 14 vezes, com um gol e duas assistências.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário