Ex-Bahia, zagueiro celebra retorno ao Ceará e projeta acesso em 2023

o atleta celebrou o retorno ao Vozão e destacou o grande desafio da temporada, que será a disputa da Série B. 

Foto: Reprodução

Campeão da Copa do Nordeste pelo Esporte Clube Bahia em 2017, o zagueiro Tiago Pagnussat foi anunciado como novo reforço do Ceará, clube que defendeu em 2020 e levantou a taça do Nordestão, derrotando na final o Bahia. Aos 32 anos, o defensor estava atuando no futebol japonês, onde vestiu as camisas de Cerezo Osaka, com 27 jogos e 8 gols marcados, e Nagoya Grampus, com 22 partidas disputadas, entre 2021 e 2022. Através de sua página em rede social, o atleta celebrou o retorno ao Vozão e destacou o grande desafio da temporada, que será a disputa da Série B.

 

“É com grande alegria que aceito o desafio de voltar a vestir esta camisa, a qual fui muito feliz em minha passagem. Sabendo do grande desafio que teremos na próxima temporada contamos com vocês, sua torcida, o seu apoio e também a sua paciência. Tudo isso vai fundamental para que juntos possamos formar uma equipe forte e comprometida a alcançar os objetivos. Total dedicação ao Ceará para voltar a elite do futebol brasileiro, este será o nosso compromisso!”

Natural de São Jorge d´Oeste (PR), Tiago Pagnussat foi revelado no Criciúma e acumula passagens por Vila Aurora, Caxias, Guarani e Atlético-MG. Chegou ao Bahia em meados de 2016 emprestado pelo Galo e foi peça importante na campanha de acesso à Série A, entrando em campo 21 vezes e marcando um gol na Série B. Em 2017 se firmou como titular da defesa tricolor e atuou 54 vezes marcando 3 gols e fazendo parte da conquista da Copa do Nordeste. O bom desempenho fez com que a diretoria adquirisse o seu passe em definitivo junto ao Atlético-MG. Em 2018, Tiago jogou 47 partidas e marcou 4 gols, contribuindo com a conquista do Baianão. Ao todo, foram 123 atuações e 8 gols marcados com a camisa tricolor.

Em 2019, foi emprestado ao Lanús, da Argentina, mas atuou apenas 10 jogos e retornou ao futebol brasileiro em 2020, sendo emprestado ao Ceará, onde se destacou, fazendo parte do time campeão da Copa do Nordeste em cima do Bahia. Foram 46 partidas e 4 gols marcados no Vozão, antes de ser negociado com o futebol japonês no início de 2021. No Japão, ele defendeu Cerezo Osaka, com 27 jogos e 8 gols marcados, e Nagoya Grampus, com 22 partidas disputadas.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário