Rodrigo Chagas fala sobre planejamento do Jacuipense para 2022

Treinador assume equipe que disputará estadual e Série D do Campeonato Brasileiro 2022

FOTO: Pietro Carpi/ECV

Um dos mais recentes reforços do Jacuipense para a temporada 2022, o técnico Rodrigo Chagas terá seu segundo desafio como treinador profissional no Interior baiano. Após uma passagem no Vitória, onde disputou 23 jogos, o profissional apontou os desafios inicias no novo clube. O Leão do Sisal sofreu o rebaixamento à Série D do Campeonato Brasileiro 2022.

 

“Primeiro de tudo tem que existir um planejamento e pés no chão. Recentemente teve a queda, que ninguém queria que o Jacuipense passasse por esse momento, mas é um momento de reestruturação, não só no clube, mas também na equipe, até nos profissionais que vão estar chegando”, comentou, em entrevista ao programa Cartão Verde da TVE Bahia.

Ciente da filosofia de trabalho do Leão Grená, Rodrigo Chagas levou em consideração a metodologia de formação de novos atletas e jogadores com experiências pontuais.

“A gente está indo para somar, conheço muito bem a estrutura do clube, muitos dos profissionais que estão trabalhando no Jacuipense. Desde que eu saí do Vitória sempre tive a sondagem do meu amigo Wilsinho (Kraychete) que tinha o interesse que eu fosse trabalhar no Jacuipense. É de interesse meu também, porque tem muito da minha filosofia. Acho que a gente tem que ter a consciência que precisamos montar uma equipe competitiva mesclando jogadores jovens e experientes, mas que tenha muita dinâmica, muito volume e é dentro dessa forma que vou trabalhar os atletas”, explicou o treinador.

Projetando encerrar a primeira fase do Campeonato Baiano no G-4, a diretoria do Jacupa planeja começar a pré-temporada até o dia 13de dezembro deste ano. Nesse sentido, o clube já avalia alguns nomes de contratações no mercado.

“Estamos buscando atletas no mercado, já iniciamos desde a semana passada. Acreditamos que vamos ter início a nossa pré-temporada no dia 13 ou um pouco antes, para que a gente possa fazer algo de diferente. O diferente não é só fazer uma competição boa, mas com o objetivo de chegar nas finais. Acredito muito no potencial do Jacuipense que está dentro das cinco forças do Campeonato Baiano: Bahia, Vitória, Jacuipense, Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira. Acredito que essas equipes estão se fortalecendo, estão buscando. Não posso falar muito do Bahia e Vitória, porque geralmente utilizam as equipes sub-23 no Baiano. Mas as outras equipes sim, estão montando equipes fortes. A gente está nessa batida para fazer boas contratações com jogadores venham somar, que venham para fazer história no clube”, finalizou.

Em 2022, o Jacuipense iniciará a campanha no torneio estadual a partir de 19 de janeiro.

Autor(a)

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário