“Quero me tornar profissional no Bahia e conquistar muitos títulos”, diz meia

Patrick Verhon estreou pela equipe sub-17 do Esporte Clube Bahia no último final de semana

Após fazer parte do elenco tricampeão baiano da categoria sub-20, o meia-atacante Patrick Verhon estreou pela equipe sub-17 do Esporte Clube Bahia no último final de semana no Campeonato Baiano da categoria e venceu o Olímpia pelo placar de 5 a 0. Patrick foi um dos destaques do confronto marcando dois gols. O atleta avaliou a estreia tricolor no estadual Juvenil.

 

“Foi uma boa estreia. Conseguimos converter muitas chances em um placar de 5 a 0. Mas mesmo com esse placar, sabemos também da nossa qualidade e pelas chances que criamos e sabemos que poderíamos ter feito mais gols. Fico feliz por ter conseguido ajudar a equipe com dois gols e espero estar ajudando com muitos mais gols nesse estadual”, disse.

Nesse duelo inicial da competição, Patrick atuou como um atacante pelo lado do campo, um pouco mais adiantado do que como atuou em outras oportunidades com o técnico Fernando Oliveira desde as categorias inferiores. O atleta falou um pouco sore essa mudança de função.

“Sou meia-atacante tenho uma boa visão de jogo, bom passe, gosto de colocar o companheiro na cara do gol, também tenho boa bola parada… Agora estou atuando mais na frente, como atacante de beirada. É uma posição que eu já atuei bastante, até pelo Bahia. Então é uma posição que eu conheço bem, que eu consigo me acostumar e também gosto muito”, avaliou.

Nascido em 2004, Patrick Verhon Pertel Pereira acumula na base tricolor os títulos da Copa Dente de Leite sub-14, o Campeonato Baiano e a Copa Metropolitana sub-15. Além disso, apesar de recém completados 17 anos, o atleta atuou em 14 partidas pelo sub-20 nesta temporada 2021, sendo oito pelo brasileiro e seis pelo Baiano, onde participou da conquista do Tricampeonato.

Sobrinho do Campeão Brasileiro de 88 pelo Bahia, Edinho Jacaré, Patrick fala um pouco sobre seus próximos objetivos na carreira e no Bahia.

“Meu objetivo me tornar profissional aqui no Bahia, conquistar muitos títulos e dar muitas alegrias a essa torcida imensa e maravilhosa do Esquadrão, essa instituição especial e muito grande. Quero conseguir escrever meu nome na história do Bahia”, finalizou o jogador.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*