Londrina anuncia volta da torcida ao Estádio do Café no jogo contra o Vitória

As conversas pela liberação do público começaram na última sexta-feira

Nesta quinta-feira, o Londrina anunciou o retorno da torcida ao Estádio do Café na partida contra o Vitória, que acontece neste sábado, às 16h, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os ingressos vão custar R$ 50 e começarão ser vendidos a partir das 10h desta sexta-feira, apenas no dinheiro. As conversas pela liberação do público começaram na última sexta-feira, quando a CBF autorizou a presença da torcida em jogos da Série B. A Prefeitura de Londrina liberou o público no estádio, seguindo o atual decreto do governo estadual, que autoriza a realização de eventos em espaços abertos com até 5 mil pessoas.

 

Os torcedores precisarão seguir algumas determinações, como a comprovação do esquema vacinal completo contra o Covid-19 ou apresentar o exame RT-PCR negativo, feito no máximo com 48 horas de antecedência. Além disso, será obrigatório o uso da máscara facial, cobrindo nariz e boca. Maiores de 12 anos estão liberados para adentrar ao Estádio do Café, mas também necessitam apresentar o teste PCR/antígeno.

O governo informou que também fica permitido o consumo de bebidas e comidas em eventos. Porém, é necessário usar máscara cobrindo o nariz e a boca durante todo o momento, exceto para ingestão momentânea de comida ou bebida.

 

 

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. Em todos os Estados, estão sendo autorizando o retorno do Público aos estádios.
    Más, parece que o vírus agora só existe na Bahia e principalmente escondidos nos degraus dos estádios da Bahia.
    Comparem uma Fonte Nova que tem a capacidade de 50 mil pessoas com um publico de 20.00O bem distribuído.
    Será que é pior uma festa com mil pessoas em espaço não tão grande? Uma festa com 400 pessoas em um condomínio residencial? Um buzu super lotado, feito sardinha?
    Não só no Brasil, mais no resto do mundo já foi liberado público em todos os eventos.
    Como dizia Luís Otávio Mangabeira: Pense num absurdo, pense na Bahia.
    Será que não politicagem?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*