Guto Ferreira é demitido pelo Ceará após um ano e cinco meses

Com Guto, o Vozão venceu 41 jogos, empatou 30 e perdeu 23.

Na noite deste domingo, horas após a derrota para o América-MG, por 2 a 0, no Independência, completando quatro jogos seguidos sem vencer (dois empates e duas derrotas), o Ceará anunciou a demissão do técnico Guto Ferreira, que estava no comando da equipe desde março de 2020, e era o técnico há mais tempo no cargo entre os clubes da Série A. Com Guto, o Vozão venceu 41 jogos, empatou 30 e perdeu 23. Nesse período, a equipe conquistou o título da Copa do Nordeste de 2020. O treinador teve duas passagens pelo Bahia, onde foi campeão do Nordestão em 2017.

 

No ano passado, com Guto, o Ceará chegou às quartas de final da Copa do Brasil e conquistou a classificação à Sul-Americana de 2021. Na atual temporada, o time foi vice-campeão cearense e da Copa do Nordeste. Na Copa do Brasil, acabou eliminado pelo rival Fortaleza. No Brasileirão, ocupa a 8ª posição, com 24 pontos em 18 jogos, três pontos abaixo do G-6.

VEJA A NOTA OFICIAL:

“O Ceará Sporting Club informa que Guto Ferreira deixa o comando técnico após um ano e cinco meses de trabalho. A decisão aconteceu na noite deste domingo, 29/08.

Durante seu período de trabalho no Mais Querido, Guto Ferreira realizou 94 jogos sendo 41 vitórias, 30 empates e 23 derrotas. O ex-técnico do clube conquistou uma Copa do Nordeste de forma invicta em 2020, além de levar o Ceará as quartas de final da Copa do Brasil também no ano passado e a classificação para a Sul-Americana via Campeonato Brasileiro.

A Diretoria Executiva do Time do Povo agradece o trabalho realizado pelo treinador e toda comissão técnica.

Os dirigentes do Alvinegro seguem trabalhando para que o nome do novo treinador seja anunciado o mais breve possível.”

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*