STJD aumenta punição de Nino e Daniel; Bahia perde um mando de campo

Os auditores puniram por unanimidade Nino, Jael e Mendoza com 10 jogos de suspensão

Nesta quinta-feira, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) analisou o caso da confusão envolvendo os jogadores de Bahia e Ceará na final da Copa do Nordeste deste ano, que terminou com o título do Tricolor nos pênaltis levantado pela quarta vez a taça do torneio regional. Todos os envolvidos tiveram as punições ampliadas, assim como as multas aplicadas aos dois clubes. O Esquadrão ainda foi punido com a perda de um mando de campo.

 

Os auditores puniram por unanimidade Nino, Jael e Mendoza com 10 jogos de suspensão. Daniel, Juninho e Gabriel Dias pegaram 8 jogos de gancho cada. Foi considerado que Nino, que estava suspenso pelo terceiro amarelo, mas foi credenciado para acompanhar o jogo na arquibancada do Castelão, invadiu o gramado após o fim da partida. Por isso, o Bahia perdeu um mando de campo que deverá ser cumprido no Campeonato Brasileiro.

Vale lembrar que Nino cumpriu sete jogos de punição. Como teve a pena ampliada, precisará ficar fora de mais três jogos. Daniel e Juninho cumpriram duas partidas de gancho cada um. O defensor já deixou o clube, negociado com o FC Midtjylland, da Dinamarca. Daniel ficará fora por mais seis jogos, entre Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Deixe seu comentário!

10 Comentário

  1. sou torcedor do bahia mais não apoio esse presidente totalmente,por isso deixei de pagar plano acesso garantido,o time esses últimos anos não corresponde ao verdadeiro espirito tricolor, bando de estagiários brincando com a torcida mais apaixonada do brasil.precisamos unir os verdadeiros tricolores contra essa cúpula de incompetentes da administração do ESPORTE CLUBE BAHIA, montar um grupo de oposição ao que está sendo feito nas recentes administrações.BBMP

  2. presidente incompetente e frouxo, covarde, tupiniquim, e ainda insinuou que poderia disputar para prefeitura de ssa, não tem capacidade nem de gerir uma barraca de praia, errou tanto no mandato anterior, reconheceu e ainda insiste nos erros e na covardia por pura incompetência, os torcedores que sofram porque se não cobram e não o colocaram pra fora, é pq devem ser igualmente covardes

  3. Se houvesse torcida no estádio BURRO SÉRIA O CORO !!!! Fala sério o próprio BAEAAAA SE PUNIR !!!! Este fato é grave !!! Tem que haver uma punição caso seja verdade !!! #PARTIRFORASOCIOTORCEDOR !!!!

  4. Qdo NINO estava com seis jogos cumprido tinha nada que recorre r !!! E sim aceitar e pronto !!!! Recorreu e a pena aumentou !!!!! Que o jurídico se pronuncie !!!! Se foi isto mesmo fica aí mais um exemplo de mal gestão de BELLITANI

  5. E agora?
    Daniel e Nino punidos. Não bastasse a negociação de Thaciano e Juninho mais duas ausências. E ainda muitos torcedores vão culpar dado pelos insucessos a partir de agora, principalmente a provável eliminação pelo Gallo na Copa do Brasil.. Alias já cobravam demasiadamente mesmo estando em 6 lugar no Brasileiro.
    Bellitani tem que ser responsabilizado, pois sabia que poderia ser ampliada as punições, que venderia Juninho e Thaciano e nada fez.

  6. Foi mexer no que estava quieto com a ideia de recurso, veja o que aconteceu, aumentaram a punição, aliás vindo dos vagabundos do STJD sempre vai ser isso, pois nunca se posicionaram a favor do que está fora do EIXO, agora sim espero que esses idiotas e babacas daqui não cometam mais esse erro de recorrer, que sirva de lição, quantas vezes observamos cenas semelhantes de confusão lá e não dá em nada, América Mineiro e Internacional Copa do Brasil e outros exemplos. Tudo isso é porque o Bahia e o Ceará estão acima de muitos queridinhos de lá e eles farão de tudo para reverter essa situação, brevemente veremos maiores roubos com VAR e tudo mais.

  7. E agora? Não é que Nino seja essa Coca cola todo, mas esse Renan Guedes é muito fraco. Será que a diretoria agora vai entender que precisa de reposição?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*