Adversário do Vitória, CSA vem de duas derrotas dentro de casa

CSA não vem fazendo uma boa campanha dentro de casa

O Esporte Clube Vitória respirou no Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de uma sequência de sete jogos sem triunfo, o time comandado pelo técnico Ramon Menezes, fazendo uma boa partida, venceu a Ponte Preta na noite da última terça-feira no Estádio Manoel Barradas pelo placar de 1 x 0, em um resultado que lhe tirou da zona de rebaixamento para novamente criar novas perspectivas de avanço para parte alta da tabela de pontuação.

 

Com o triunfo, o segundo em treze jogos, o Esporte Clube Vitória chegou aos 12 pontos, saindo do 18º lugar e saltando para a 15ª colocação até o fim da rodada, superando o Cruzeiro (que perdeu para o Remo por 1 a 0 em Belém do Pará e entrou na zona de rebaixamento), o Confiança (que empatou sem gols com o Londrina no Estádio do Café), e o Brasil de Pelotas (que ainda joga na rodada contra o líder e invicto Náutico). Porém, apesar do triunfo o Leão manteve 11 pontos abaixo do primeiro listado do G4, antes o CRB, e hoje o Goiás.

Agora o Esporte Clube Vitória vai defender a sua posição fora do Z4 enfrentando no próximo sábado (24) o CSA em jogo programado para acontecer às 21h30 no Estádio Rei Pelé na cidade de Maceió, em Alagoas. O time alagoano que no ano passado brigou até a última rodada com chances de acesso e por detalhes perdeu a vaga para o Juventude, este ano não repete a performance, no entanto, faz uma campanha razoável ocupando a 12ª posição com 14 pontos, contudo tem um jogo a menos já que seu jogo contra o Vasco da Gama foi adiado.

Curiosamente, atuando dentro do Estádio Rei Pelé, onde construiu grande parte da base de pontos na temporada passada, o CSA vem sendo democrático esse ano transitando como igualdade em todas as possibilidades possíveis de resultados. Até então foram seis jogos, empatando duas, vencendo duas e perdendo exatamente às duas partidas recentes quando foi derrotado em sequência para o CRB e Goiás.

Destaque do time é o argentino Diego Fabian Torres, 29 anos que passou pela Chapecoense que foi contratado no passado. O atleta começou sua carreira no Chacarita Juniors da Argentina, foi um dos principais destaques do Deportes Iquique do Chile por três temporadas e nos últimos anos. Jogador é o artilheiro do time anotando 5 jogos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*