Adversário do Bahia conquistou duas vezes a Sul-Americana em cima de brasileiros

Nas duas vezes que conquistou a Sul-Americana, o time argentino desbancou equipes brasileiras

Foto: MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Fundado no dia 1º de janeiro de 1905, o Club Atlético Independiente é um tradicional clube da Argentina, sediado na cidade de Avellaneda, Província de Buenos Aires. Conhecido como “Rei de Copas”, o Independiente é o maior campeão da Copa Libertadores, com sete conquistas, porém, não vence o torneio há quase três décadas. Foi campeão em 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984. O clube também é o maior campeão da Sul-Americana, com dois títulos (2010 e 2017), empatado com o Boca Juniors. Também já foi campeão da Supercopa Libertadores (1994 e 1995) e uma vez da Recopa Sul-Americana (1995), além de ter 16 títulos do Campeonato Argentino.

 

Nas duas vezes em que conquistou a Sul-Americana, o time argentino desbancou equipes brasileiras na decisão. Em 2010, levantou a taça em cima do Goiás. Após perder por 2 a 0 na ida, venceu o jogo de volta por 3 a 1 e venceu nos pênaltis por 5 a 3. Já em 2017, superou o Flamengo vencendo o primeiro jogo por 2 a 1 e empatando a segunda partida por 1 a 1. Na Copa Libertadores, dos sete títulos, dois foram em cima de brasileiros. Em 1974, venceu o São Paulo numa melhor de três, muito comum na época. Perdeu a primeira por 2 a 1, mas venceu as outras duas (2 x 0 e 1 x 0). Em 1984, superou o Grêmio vencendo na ida por 1 a 0 e empatando na volta por 0 a 0.

Na atual edição da Copa Sul-Americana, o Independiente vai muito bem e até aqui, soma duas vitórias em dois jogos. Venceu o Guabirá por 3 a 1 fora de casa e o Montevideo City Torque também por 3 a 1, assumindo a liderança isolada do Grupo B com 6 pontos. Já o Esporte Clube Bahia estreou empatando em 1 a 1 com o Montevideo City no Uruguai e na 2ª rodada mesmo atuando com um time alternativo goleou o Guabirá-BOL pelo placar de 5 a 0 no Estádio de Pituaçu. Vale lembrar que apenas o primeiro colocado de cada chave se classifica para as oitavas de final da Sul-Americana.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*