Bahia cai uma posição e Vitória despenca no Ranking da CBF 2021

Bahia segue como melhor nordestino; Vitória cai de 17º para 23º

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta segunda-feira o novo ranking nacional de clubes, com destaque para o Esporte Clube Bahia que segue como o melhor nordestino, no entanto, o Esquadrão que estava no TOP-10 no último ranking, acabou caindo uma posição, saindo de 10º para o 11º lugar, com 10.768 pontos, sendo ultrapassado pelo São Paulo (com 11.870). O Tricolor confirmou a permanência na Série A pelo 5º ano consecutivo. Já o Esporte Clube Vitória, que vai para o seu terceiro ano na Série B, caiu seis posições na tabela, saindo de 17º (com 7.045 pontos) para a 23ª posição (6.114). O Leão foi superado por Ceará (que pulou de 19º para 14º) e Fortaleza (23º para 18º), sendo a primeira vez que a dupla cearense aparece entre os 20 primeiros colocados.

 

Outros três clubes baianos aparecem no Top-100. Integrante da Série C, o Esporte Clube Jacuipense, que ocupava a 99ª posição no Ranking de 2020 com 604 pontos, agora ocupa a cadeira de número 71, com 1.063 pontos. A Juazeirense, por sua vez, caiu do 64º lugar, com 1.292 pontos, para a 81ª colocação, com 916 pontos. O Fluminense de Feira é o 97º colocado, com 660 pontos, na frente do arquirrival Bahia de Feira, que é o 103º, com 584 pontos. O Vitória da Conquista ocupa a 108ª posição, com 533 pontos, enquanto o Atlético de Alagoinhas é o 137º com 330 pontos.

Após conquistar o bicampeonato brasileiro de forma consecutiva, o Flamengo assumiu a ponta do Ranking, superando o Palmeiras, atual campeão da Copa Libertadores e finalista da Copa do Brasil 2020. O Rubro-Negro Carioca somou 16.768 pontos no total, contra 16.110 do Verdão. Fecham o Top-5, Grêmio com 15.180, seguido pelo rival Internacional, vice-campeão da Série A, e o Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil em 2019, com 12.968.

O ranking é estabelecido a partir de um cálculo sobre o desempenho das equipes nos últimos cinco anos. Para cada ano considerado, são atribuídos pesos a serem convertidos em pontuação. O ano vigente multiplica pontos por cinco, enquanto o último ano considerado tem peso um. Clique aqui e veja o ranking completo.

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*