O torcedor do Bahia acredita cada vez menos nessa equipe

A diretoria do clube já havia observado que determinados atletas não correspondiam

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Diante da minha indignação, fui ao dicionário e busquei o significado de uma expressão, fui buscar o significado de SEM-VERGONHA. Substantivo masculino e feminino de pessoa sem moral; quem não tem vergonha, brio, dignidade: os sem-vergonha não serão convidados. Adjetivo Que contraria as regras da moral; impudico. Ante a significação acima me pergunto: Será que quem é mais sem vergonha no EC BAHIA? O presidente, os jogadores, a diretoria ou todo mundo? Eu, em particular, não tenho a vergonha de usar a camisa do Bahia em momento algum, porque quem torce tem a vergonha na cara de amar seu clube. Continuaremos a amar o clube, mas não tenho apego nenhum a esses supostos profissionais que estão colocando na lama o nome do nosso clube.

 

Não consigo entender, pois há equipes em situação financeira muito pior que a do Bahia e os caras estão sendo extremamente profissionais. Há times que estão na parte de cima da tabela, com atrasos salariais desde antes da pandemia, sem receber mesmo (embora o salário desses caras seja mais do que eles merecem, quem trabalha tem que receber) estão sendo cobrados por suas diretorias de forma veemente e dando as respostas em campo.

A diretoria do clube já havia observado que determinados atletas não correspondiam e, enquanto tiveram a chance de afastar ou contratar outras peças que poderiam estar realmente interessados em jogar no clube, preferiu trazer refugos ou jogadores sem a menor condição de jogar em alto nível numa Série A de campeonato brasileiro ou renovar com as porcarias que faziam um péssimo trabalho como se isso fosso vantajoso.

Talvez os jogadores e a diretoria não saibam que os times que compõem o Z4 NÃO RECEBEM NADA AO FIM DO CERTAME!!!! Assim, numa relação de causa efeito, se estão com salários atrasados, demorarão mais a receber. Numa conta simples, as premiações do 16° é de quase 11 milhões de Reais, dinheiro que paga atualmente quase 3 folhas salariais do clube e o valor sobe progressivamente. Enquanto que os clubes rebaixados para a série B não recebem absolutamente NADA.

Já que só pensam em dinheiro e não na profissão, que pelo menos pareçam inteligentes para entender o quão importante é permanecer na Série A tanto para a carreira quanto para o bolso.

Hoje o discurso é de que houve o erro no futebol, falas emitidas pelo próprio presidente, que demorou a ouvir a voz do povo (que dizem que é a voz de Deus). Humildade e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém, mas, quando se trata da pesquisa do termo “SEM VERGONHA” que fiz no começo desse texto, parece se aplicar à essa diretoria de empresa comercial que nada sabe de futebol.

O certo é que o torcedor do Bahia acredita cada vez menos nessa equipe e a não ser que se tire leite de pedra ou chova um pouco de dignidade, por um milagre sairemos desse desastre anunciado.

VAMOS VER AS CENAS DOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS!!!

Diego Campos, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*