Bellintani fala em melhorar premiação para Bahia evitar o rebaixamento

"é mexer com o brio, com o ânimo e alma de cada atleta", disse o presidente.

Foto - Felipe Oliveira / EC Bahia

Após a derrota para o Sport por 2 a 0 em Recife, o presidente Guilherme Bellintani soltou o verbo e fez duras críticas ao time do Bahia, classificando a atuação como “apática” e “vergonhosa”. Com o revés, o Esquadrão retornou para a zona de rebaixamento, ocupando agora o 17º lugar, com 32 pontos, três pontos abaixo de Sport, Vasco e Fortaleza. Vale lembrar que o tricolor baiano tem um jogo a menos, que será disputado na quinta-feira, contra o Corinthians, na Arena Fonte Nova. Um triunfo tira o Bahia do Z4 e pode colocar até no 14º lugar. Bellintani falou em tentar fazer um esforço financeiro para manter os salários em dia e melhorar a premiação, além honrar os compromissos assumidos e buscar mexer com o brio, com o ânimo e alma de cada atleta.

 

“O que a gente vai procurar fazer, imediatamente, além de todo o resto que temos feito, que é tentar esforço financeiro para manter salário em dia, fazer premiação melhor possível, cumprir compromissos assumidos, é mexer com o brio, com o ânimo e alma de cada atleta para que ele leve isso para dentro de campo. Mas eu também tenho procurado, e vamos procurar intensificar cada vez mais, que é a estrutura que o clube tem, a organização que o clube tem, o que conquistamos nos últimos anos, o corpo técnico que temos dentro da casa, a presença de presidente e vice-presidente no dia a dia, a proximidade que tratamos o problema. Isso também é determinante para superar as dificuldades”

“O trabalho agora até quinta-feira é mexer com isso cada vez mais, fazer com que eles gerem autocrítica, tenham a visão de que estão muito aquém do que precisa estar para a gente superar esse momento. Isso já começou no vestiário. Com a cobrança entre eles, muito forte. Em outros momentos não via, mas hoje vi. A gente espera que essas cobranças entre eles, somada a cobrança que estamos fazendo, sejam ponto de virada a partir do próximo jogo, na quinta-feira. Se a gente ganhar sai novamente da zona de rebaixamento e tem um olhar positivo para frente. Mas só vai acontecer com envolvimento de todos”.

Porém, o presidente acredita que a estrutura do clube pode ser determinante para levar vantagem em relação aos adversários. “Não podemos achar que a única coisa a ser feita é mexer no brio dos atletas. Além disso, temos que reforçar toda a estrutura do clube, o que conquistamos nos últimos anos, a capacidade que conquistamos de ser superiores aos nossos adversários deste momento, seja em organização, seja em capacidade técnica do elenco, eu acredito nisso, para que, junto com toda essa organização, a gente faça com que o grande Bahia que conquistamos nos últimos anos seja determinante em um momento desse”, concluiu.

 

 

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário