José Welison decide esperar pelo ‘desbloqueio’ do Santos na FIFA

Santos não pode registrar jogadores por conta de punição

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Santos segue impedido de registrar jogadores por conta de uma punição da FIFA e precisa pagar R$ 30 milhões ao Hamburgo, da Alemanha, pela dívida na contratação de Cleber Reis, realizada no fim de 2017. A Fifa também puniu o Alvinegro por um débito de R$ 18 milhões com o Huachipato, do Chile, pela contratação de Soteldo. Neste caso, porém, o clube ainda tem até outubro para pagar e evitar o bloqueio nas próximas três janelas de transferências. Essa punição impediu o Peixe de reforçar o seu elenco para disputa do Campeonato Brasileiro e Libertadores. O volante Elias, por exemplo, desistiu de esperar a acertou com o Bahia.

 

O volante José Welison, do Atlético-MG, que foi envolvido na venda de Everson, aceita esperar pelo desbloqueio do Santos na Fifa, garantiu o empresário André Cury ao site Gazeta Esportiva. José Welison treina no time de transição do Galo até o Alvinegro acertar a dívida. Outro acertado com o Peixe, porém, sem poder ser registrado, é o zagueiro Laércio, ex-Caxias, que vem sendo monitorado pelo Bahia.

Natural de São Pedro, no Rio Grande do Norte, José Welison da Silva surgiu nas divisões de base do Esporte Clube Vitória e foi promovido ao time profissional no início de 2014, tendo suas primeiras chances como titular ao longo do Campeonato Baiano. Posteriormente, foi eleito o jogador revelação do estadual. Também soma diversas convocações para seleções de base, onde fez parte do elenco que conquistou a Panda Cup. Ao todo, foram 106 jogos e 4 gols anotados pelo rubro-negro e Após seis anos atuando na equipe principal, conquistando dois títulos baianos (2016 e 2017), foi emprestado ao Atlético-MG em 2018, e no ano seguinte teve o seu passe adquirido em definitivo pelo Galo. No time mineiro, atuou 66 partidas (9 esse ano), porém, com a chegada do técnico Jorge Sampaoli, o jogador foi colocado na lista de negociáveis.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*