Corinthians acerta a contratação do técnico Vagner Mancini

Vagner Mancini vinha fazendo um bom trabalho no Atlético Goianiense

Atravessando uma péssima fase, com cinco jogos sem vencer e inserido dentro da zona de rebaixamento, o Corinthians já definiu a contratação do seu novo treinador. Trata-se de Vagner Mancini, de 53 anos, que estava no Atlético-GO desde junho, porém, de acordo com informação do site “ge”, se desligou do clube goiano para assinar com o Timão até o final de 2021. Em 15 jogos na Série A pelo Atlético-GO, Mancini somou quatro vitórias, seis empates e cinco derrotas, ocupando o 12º lugar após o triunfo sobre o Bragantino neste domingo. O clube paulista vinha sendo dirigido interinamente por Dyego Coelho desde o início de setembro quando Tiago Nunes foi demitido.

 

Neste domingo, depois da vitória do Atlético-GO sobre o Bragantino por 2 a 1, Mancini foi questionado sobre o interesse do Corinthians e não negou a informação. “Não adianta insistir. Estava meia hora atrás dentro do campo. Não estou escondendo nada de ninguém. Vou conversar com o Adson (Batista, presidente do Atlético-GO) lá no CT. É a maneira que temos de agir na vida, sincera, aberta…”, disse.

Também neste domingo, após derrota para o Ceará, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, elogiou Mancini. “O Mancini já tem uma história, é vitorioso, fez bons trabalhos, internamente tem muitas notícias do Corinthians e é um cara que acompanha o futebol. Ele é um treinador que não é defensivo, não é ofensivo, ele consegue mesclar. Olhamos os trabalhos dele nos últimos tempos, é um cara que conhece o futebol em São Paulo e no Brasil e por isso estamos optando por ele”, disse.

Vagner Mancini acumula quatro passagens pelo Vitória, a primeira em 2008, quando chegou para substituir Vadão e conquistou o Campeonato Baiano de 2008. No ano seguinte, deixou o clube aceitando um convite do Santos em fevereiro de 2009, no entanto, meses depois acabou demitido e retornou ao Vitória em agosto após a demissão de Paulo César Carpegiani.

A terceira passagem foi em 2015, contratado com a missão de levar o time de volta à Série A, e conquistou o acesso com uma excelente campanha. Em 2016, conquistou o título baiano, mas em setembro foi demitido após uma derrota por 2 a 1 para o Flamengo pela 24ª rodada da Série A, resultado que manteve a equipe na zona de rebaixamento.

A quarta passagem iniciou em 2017, com missão de tentar evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, objetivo alcançado pelo treinado. Em julho de 2018 foi demitido do Vitória após uma goleada sofrida diante do Atlético PR por 4 x 0 na Arena da Baixada. Recentemente, trabalhou no São Paulo como coordenador técnico e ficou um período como treinador. No ano passado, comandou o Atlético-MG, mas não durou muito tempo no cargo.

 

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*