De volta ao Z4 após 2 anos, Bahia tem o pior aproveitamento da Série A

Bahia não frequentava o Z-4 desde maio de 2018

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia atravessa um momento complicadíssimo na atual temporada. Desde que retornou o futebol, após mais de 100 dias de paralisação, o time tricolor é decepção atrás de decepção. Perdeu a Copa do Nordeste para o Ceará sendo derrotado nos dois jogos em Pituaçu, conquistou o Campeonato Baiano diante do Atlético de Alagoinhas na base do sofrimento, e no Campeonato Brasileiro, apesar dos triunfos iniciais, seguiu com rendimento pífio e acumulou uma sequência de oito jogos sem vencer, amargando três derrotas consecutivas (Grêmio, Atlético-GO e Corinthians). Saiu Roger, chegou Mano e o novo treinador após dois jogos tenta consertar os erros da equipe.

 

Na última quarta-feira, o Bahia perdeu por 3 a 2 para o Corinthians, na Arena Neo Química, e no final de semana, acabou não somente entrando na zona de rebaixamento, como assumindo a penúltima colocação, sendo ultrapassado por Red Bull Bragantino, Coritiba e Botafogo. O Esquadrão não frequentava a zona de rebaixamento da Série A há dois anos, mais precisamente, desde maio de 2018 não sabia o que era ficar uma rodada dentro da ZONA.

Em 2018, o Bahia entrou na zona de rebaixamento na oitava rodada, após perder para o Flamengo por 2 a 0, no Maracanã, no Rio de Janeiro, e permaneceu entre os últimos colados até a 13ª rodada, saindo do Z-4 após vencer o Vitória por 4 a 1, na Arena Fonte Nova. De lá para cá, a pior colocação do Bahia foi o 16º lugar.

Além disso, o time tricolor tem a pior defesa do Brasileirão, com 18 gols sofridos, empatado com o Bragantino, quase a metade dos gols sofridos em jogadas de bola área, principal deficiência da equipe, o que fez com a diretoria fosse ao mercado em busca de reforços para o sistema defensivo e está perto de anunciar o zagueiro Anderson Martins.

Vale lembrar que o Bahia tem um jogo a menos em relação a algumas equipes por conta do jogo adiado da primeira rodada devido a final do Campeonato Baiano. O time tricolor enfrenta o Botafogo, no Nilton Santos, no dia 30 de setembro. Antes, porém, encara o Athletico-PR, na Arena da Baixada, no sábado. No entanto, o Goiás, atual lanterna, disputou apenas 8 jogos e soma 8 pontos, o que faz do Bahia o time com pior aproveitamento do Brasileirão até aqui, com 30%. Como atuou em menos jogos, o Goiás tem um aproveitamento de 33.3%, assim como Coritiba e Botafogo. O Bragantino, que também está no Z-4, é o segundo pior com 30.3%.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*