Após saída conturbada do Atlético-MG, Ricardo Oliveira acerta com o Coritiba

Coritiba confirmou a contratação do centroavante

Após saída do Atlético-MG, o centroavante Ricardo Oliveira já tem um novo clube. Nesta terça-feira (29), o Coritiba confirmou o acerto com o jogador de 40 anos, que foi colocado de lado no clube mineiro após a chegada Jorge Sampaoli e rescindiu o contrato na Justiça pela falta de acordo com a diretoria alvinegra na sua saída. O atacante vai desembarcar em Curitiba nesta quarta-feira para realizar exames médicos. Em entrevista ao SporTV na última semana, o atleta chegou a falar que vinha recebendo propostas das Séries A e B.

 

A saída de Ricardo do Atlético do Galo foi conturbada. O jogador foi titular no primeiro jogo de Sampaoli no comando do time, contra o Villa Nova, mas em seguida veio a pandemia e a paralisação das competições. Na retomada dos treinos, o Atlético comunicou o atleta que ele estava fora dos planos de Jorge Sampaoli.

“Fui excluído do grupo de WhatsApp do time, ninguém me deu nenhum respaldo para fazer os treinamentos. Ninguém me ligou nesse período todo. A informação que chegava para mim era pra eu ir treinando e seguindo o cronograma de antes da pandemia. Passaram um áudio. A orientação era pra eu ficar em casa, aguardando uma segunda ordem. O que nunca veio”, comentou em entrevista ao programa Seleção SporTV.

A pedido do clube, Ricardo Oliveira não se apresentou após a retomada das atividades, no dia 19 de maio, e ficou sem seus salários. Lásaro disse que seria uma “injustiça com o clube” fazer os pagamentos.

“Processo é meio doloroso, porque o Ricardo tinha contrato até o final do ano, houve tentativa de negociação, eu nem participei. A gente está sempre aguardando quais as soluções foram tomadas para que a gente formalize um documento e etc. E a informação que eu tenho é que houve tentativa de viabilizar uma composição, porque de fato ele não seria aproveitado pela nova comissão técnica e também não poderia receber simplesmente sem trabalhar. É até uma questão de injustiça com o clube, e a gente tem que defender os interesses do clube também”, disse, neste sábado.

 

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*