ECPP precisa de uma combinação quase improvável para se classificar no Baianão

Vitória da Conquista aparece no 8º lugar, 4 pontos atrás do G4

Foto: Luciana Flores

O Campeonato Baiano será retomado no dia 22 de julho e alguns clubes correm contra o tempo para buscar reforços no mercado, remontar o elenco e retornar aos treinamentos. Um deles é o Vitória da Conquista, que apesar de ter calendário no segundo semestre do ano com a disputa da Série D, decidiu desmontar o grupo e atualmente conta com apenas cinco jogadores no elenco. O ECPP aparece na oitava posição com sete pontos, quatro abaixo da zona de classificação. O presidente do clube, Ederlane Amorim, admite que a equipe alimente uma pequena esperança de classificação, já que depende de uma combinação quase improvável de resultados.

 

“Ainda alimentamos uma pequena esperança de classificação que a matemática nos permite. Apesar da tremenda dificuldade de ganhar os jogos, temos que torcer por uma combinação quase improvável de resultados. Mas no futebol, nunca se sabe… Não temos nem como correr muito atrás dessa situação fazendo algo que pudesse nos levar à isso. Não falo nem de investimento, porque não temos condições de realizar nesse momento”, finalizou Ederlane.

“Temos cinco jogadores no elenco e vamos tentar trazer reforços, dando preferência aos jogadores da cidade para evitar aglomeração na concentração do clube. Não sei nem se vou conseguir juntar 18 jogadores. Vamos tentar completar com atletas da base, que também estão aqui em Conquista”, finalizou.

O Campeonato Baiano foi paralisado no dia 17 de março, restando duas rodadas para o encerramento da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*