Bellintani fala sobre situação de Ramires e saída de Arthur Rezende

"Não tem previsão ainda", disse o presidente do Bahia sobre Ramires

Com poucos dias para o fim do empréstimo com o Basel, da Suíça, o meia Eric Ramires segue com o futuro indefinido. O clube suíço já acenou com o interesse de continuar com o atleta e foi especulado que poderiam formalizar uma proposta de R$ 14 milhões por 50% dos direitos econômicos. Bellintani revelou que recebeu sondagens de equipes de outros países da Europa, como da Itália e da França, mas dá prioridade ao Basel até o encerramento do empréstimo. No entanto, o presidente tricolor afirmou que as negociações seguem acontecendo, mas ainda não tem uma resposta se o jogador vai permanecer ou retornar à Salvador.

 

“Não tem previsão ainda. Ainda estamos em negociação com o Basel. Não sabemos, ainda, se ele vai voltar ou permanecer lá. Acredito que até o final dessa semana teremos uma resposta.”, disse Bellintani, ao Galáticos.

O mandatário também reafirmou a necessidade de vender jogadores para fazer caixa em meio à pandemia. “Com certeza temos que vender. Já tenho falado isso para a torcida, com toda a franqueza. Vamos precisar vender jogador, a pandemia abalou em cheio as contas do Bahia e de todos os clubes brasileiros. Só dá para amenizar isso vendendo atleta. Mas, vamos analisar propostas. A janela vem em julho, agosto. O torcedor sabe que tem um presidente que sabe fazer negociação. Não vou fazer negócio na maluquice.”, afirmou.

Em relação a saída do meia Arthur Rezende, que foi um dos destaques do time de transição e tinha contrato até o final do ano, porém, foi liberado para acertar seu retorno ao Guarani-SP, emprestado pelo Boavista-RJ, Bellintani revelou que foi uma decisão do Bahia.

“Foi uma decisão do Bahia, apesar dele ter sido muito importante no time de transição. Temos o Rodriguinho, que acabou de chegar, o Marco Antônio, que é do clube, o Danielzinho e ainda o Ramon, não adiantava ficarmos com um jogador que não era nosso. A gente teria que comprá-lo.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*