Bahia recorda goleada e classificação histórica contra o Santa Cruz

Bahia precisava vencer por 5 a 0. E venceu. No final, invasão de campo.

O dia 5 de abril de 1981 ficou marcado para muitos torcedores que presenciaram um “milagre” no Estádio da Fonte Nova. O duelo era válido pela Taça de Prata, antigo nome dado ao Campeonato Brasileiro, e o Esporte Clube Bahia precisava vencer o Santa Cruz por 5 a 0 para se classificar. E venceu, com gols de Gilson Gênio (2), Dirceu Catimba e Toninho Taino (2). Ao final da partida, os tricolores invadiram o campo para comemorar o fato histórico. No primeiro jogo, o Santa Cruz goleou o Bahia por 4 x 0, no Estádio do Arruda, em Recife, com gols de Baiano, Isidoro, Dadá Maravilha e Joãozinho. O folclórico atacante do Santa Cruz, Dadá Maravilha, afirmou antes da partida que era mais fácil o torcedor do Bahia ganhar na quina da Loto do que vencer de 5 a 0.

 

Quando a bola rolou, tinha mais ou menos 10 mil tricolores na Fonte Nova. Só que o Bahia foi para o intervalo vencendo por 3 a 0 e a imprensa local convidava pelo rádio os torcedores para que fossem para Fonte Nova, no intuito de empurrar o time do Fazendão, rumo ao tão sonhado placar. Incrivelmente, no segundo tempo, muitos torcedores foram chegando ao estádio e quando o placar registrava 4 a 0, quase 30 mil pessoas estavam na Fonte Nova. O gol da classificação saiu aos 40 minutos, com Toninho Taino, garantindo a classificação do Bahia e levando ao delírio a sua torcida.

Na fase seguinte, o Bahia acabou sendo eliminado pelo Flamengo, empatando a primeira partida na Fonte Nova, por 0 x 0 e perdendo a segunda, no Maracanã, por 2 x 0, mas a goleada de 5 x 0 no Santa Cruz entrou para a história do clube, como um dos jogos mais emocionantes de todos os tempos.

VEJA OS GOLS ABAIXO (A locução é de Léo Batista e a narração do baiano Ivan Pedro)

Confira a ficha da partida:

05/04/1981 – BAHIA 5 X 0 SANTA CRUZ

Local: Fonte Nova

Juiz: Carlos Sergio Rosa Martins
Público: 28.378 torcedores
Gols: Gilson Gênio’4 e 13’ Dirceu Catimba 43’ do 1º T, Toninho Taino’22 e 40’ 2ºT..

Bahia: Renato Edinho, Zé Augusto, Edson Soares e Ricardo Longh Washington Luiz, Emo e Léo Oliveira Toninho Taino, Dirceu Catimba e Gilson Gênio. Técnico: Aimoré Moreira.

Santa Cruz: Wendell Celso Augusto, Silva ( Pedrinho), Alfredo e Hilton Brunis Deinho (Wilson), Carlos Roberto e Baiano Agnaldo, Dario e Joãozinho. Técnico: Hilton Chaves.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*