Na véspera da reapresentação, 19 jogadores do Vasco testaram positivo para a Covid-19

16 jogadores foram isolados e outros três já estão recuperados

Foto: GloboEsporte.com

Na véspera da reapresentação do clube marcada para esta segunda-feira (1º), o Vasco da Gama anunciou neste domingo que 250 pessoas entre jogadores, membros da comissão técnica, staff e contactantes foram submetidos a exames em função da pandemia do coronavírus. O chefe do departamento médico do Vasco, Marcos Teixeira anunciou que 19 jogadores testaram positivo para a Covid-19, sendo que 16 destes serão isolados e 3 já estão recuperados e vão se reapresentar normalmente com o grupo nesta segunda. Ao todo, 43 atletas foram submetidos, ou seja 44% testou positivamente. A informação foi divulgada pelo site Globoesporte. Veja abaixo a nota do clube.

 

“Três atletas tiveram contato com o vírus e estão curados. Observamos 16 atletas que vieram com exames positivos. Eles são isolados do grupo, vão continuar com contato médico e exames seriados até que tenhamos certeza que eles não poderão mais transmitir esse vírus para o restante do elenco. Isso só comprova que estamos fazendo uma grande ação de saúde, identificado o mais rapidamente possível essa infecção nos atletas porque a gente sabe que 95% do nosso grupo são assintomáticas, essas que tiveram contato com o vírus. Isso faz com que a gente impeça que o vírus seja disseminado até mesmo dentro do ambiente familiar do atleta”.

“Depois de toda a bateria de exames seriados que fizemos em todos o grupo, jogadores, comissão, staff e contactantes domiciliares, pudemos perceber que aproximadamente 30% de todas essas pessoas já entrou em contato com o novo coronavírus. Mesmo com o distanciamento social, 30% entrou em contato”.

No mesmo, o Vasco anunciou que o elenco profissional (somente os atletas liberados) será submetido a mais uma bateria de exames nesta segunda-feira, em São Januário. Avaliações médicas e fisiológicas permitidas pelas autoridades estão previstas. “Só fazemos fazer o que está permitido pelas autoridades. Faremos exames médicos, avaliação da fisioterapia e fisiológica. Não haverá treino propriamente dito, porque vamos seguir exatamente o que está autorizado pela Prefeitura e pelos órgãos que regulam as atividades”, explicou Teixeira.

Coordenador científico do Vasco, Marcos Cezar enumerou as avaliações às quais serão submetidos os atletas vascaínos. “A partir de amanhã iremos iniciar bateria de avaliação nos nossos atletas com o objetivo de identificar os níveis de condição física em que se encontram após o período de mais de 70 dias de inatividade por conta do isolamento social. Serão avaliações da composição corporal, dos níveis de força e também funcionais. Identificar como estão os padrões de movimentos dos atletas, pensando que nesse período de recesso pode ter acontecido algumas perdas significativas e também na capacidade aeróbia para que possamos traçar um protocolo de reabilitação.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*