Cerri fala sobre oferta do Palmeiras e diz ter recebido outras propostas

Diego Cerri recusou proposta do Palmeiras no final do ano passado

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

No final do ano passado, após demissão de Alexandre Mattos, o Palmeiras procurou o diretor de futebol Diego Cerri, porém, ele recusou a proposta e decidiu permanecer no Esporte Clube Bahia, onde está desde 2016, contratado ainda na gestão de Marcelo Sant’Ana. O dirigente falou sobre o convite do Verdão e explicou porque disse “NÃO”. Além disso, revelou ter recebido outras ofertas antes, sem citar os interessados. No entanto, sabemos que em 2017, o Santos tentou levar o dirigente tricolor para a Baixa Santista, mas recebeu um “não” como resposta. Em 2018, o Al-Wahda, da Arábia Saudista, tentou tirá-lo do país após indicação do técnico Fábio Carille, mas também não conseguiu.

 

“Houve uma proposta formal do Palmeiras, não foi a primeira vez que aconteceram propostas, mas é uma coisa que nesse meio do futebol acontece normalmente. Eu acho que cabe a cada profissional avaliar o que é melhor para si em determinado momento da vida e da carreira profissional”, afirmou Cerri, ao Galáticos.

Diego Cerri afirmou que se sente feliz no Bahia e destacou a importância de seguir dando continuidade ao projeto. “Gosto muito aqui do clube, venho desenvolvendo um projeto que eu valorizo muito. Acho que na minha área de gestão, o tempo é uma questão muito importante. Tempo para trabalhar, tempo para desenvolver um projeto é fundamental para que as suas ideias se concretizem de fato e você possa contribuir para o crescimento do clube, então aqui eu tenho tido isso. A gente sempre luta muito por isso”, destacou.

Deixe seu comentário!

2 Comentário

  1. Poderia ter dito, olha Palmeiras Eu vou com o seguinte contrato, 5 anos, essa multa…. Assim sairia mais seguro e poderia quem sabe chegar ao cargo do Edu, tanto no clube quanto na seleção ou quem sabe no Arsenal que é onde ele está agora.

  2. Você já se arrependeu Cerri, vacilou, poderia estar em um time grande como todo profissional almeja chegar. Tenho certeza de que a direção do Bahia entenderiam. Eu estou em uma empresa e me destaco profissionalmente a ponto de uma “Multinacional” me enxergar e me fazer uma proposta como foi a sua, com certeza levaria em grande consideração. As vezes a oportunidade aparece, Deus manda, só que a pessoa não enxerga.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*